Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o oimenu

Como montar um cardápio de sorveteria?

Descubra como montar um cardápio de sorveteria para vender até mesmo quando fizer frio, veja mais detalhes sobre a composição de taças de sorvete e descubra as funcionalidades de menus digitais, tão importantes esse tipo de negócio.

Compartilhe

Cardápio sorveteria

Um cardápio de sorveteria deve ser tão planejado quanto o menu de qualquer outro estabelecimento. Para fazê-lo, gestores precisam estudar a concorrência e as preferências do público-alvo. Também devem levar em consideração a busca de consumidores por sorvetes para quem está de dieta ou têm algum tipo de intolerância alimentar.

Cardápios para sorveterias podem variar de acordo com a época do ano, se isso for benéfico tanto para os negócios quanto para os clientes, e não precisam necessariamente trazer alternativas gourmet, a não ser que isso faça parte da proposta do local.

Especialidades da casa, taças ou potes que saiam bonito na foto para publicações nas redes sociais e uso do marketing de influência, assim como combos promocionais são muito bem-vindos!

Veja a seguir algumas sugestões para a montagem do seu menu e outros itens válidos para adicionar a ele.

6 passos de como montar um cardápio para sorveteria

Você já sabe que antes de qualquer coisa precisa estudar o mercado e fazer pesquisas na região onde a sua sorveteria estiver instalada para, somente então, começar a pensar sobre um cardápio. Confira agora outros passos importantes para serem seguidos até chegar no design do cardápio.

1.  Listar possibilidades

Crie uma lista com todas as possibilidades de sorvetes que você deseja ou pretende vender. Por exemplo:

  • sorvetes de frutas;
  • sorvetes de massa;
  • sorvetes industriais ou artesanais;
  • gelato italiano;
  • picolés;
  • paletas mexicanas;
  • frozen yogurt; e
  • açaí, cupuaçu e outros cremes.

Acrescente a essa lista tudo o que pode servir com sorvete, como as caldas e os confeitos ou outros alimentos e acompanhamentos.

Adicione o formato do serviço de cada produto - em taças, em casquinhas, em pratos, por quilo ou à la carte etc. - e inclua ainda opções para quem não estiver interessado em consumir especificamente o produto principal da casa: milk shakes, saladas de frutas, salgados, cafés ou alguma alternativa à sua escolha em um cardápio de doces ou salgados.

Em seguida, pense sobre o conceito que você deseja aplicar ao conteúdo.

2.  Desenvolver o conceito

Visões e valores do estabelecimento devem ser apresentados nos detalhes do menu: em frases específicas, em cores e fontes que se relacionem com a identidade visual do restaurante e quem sabe nos nomes dos itens disponíveis para venda. Quando você pensa sobre cada um desses pontos, está justamente desenvolvendo o conceito do seu cardápio.

Aproveite para ponderar também a extensão do menu. Sempre lembrando que uma sorveteria só deve servir o que tem capacidade de armazenar, conservar e apresentar dentro do manual de boas práticas do restaurante e das normas definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Vamos ao próximo passo?

3.  Pesquisar fornecedores e firmar boas parcerias

Levando em consideração todos os aspectos reunidos até aqui, pesquise e estude melhor cada um dos seus possíveis fornecedores. Avalie as propostas e condições de pagamento de cada um deles e comece a firmar suas parcerias.

Terá chegado o momento de reduzir a sua lista de possibilidades feita lá no início de tudo!

4.  Transformar as possibilidades de sorvetes em itens que serão adicionados ao menu

A partir de todos os passos anteriores, você reduzirá a sua lista de ideias de sorvetes e outros produtos feita anteriormente e manterá como opções do cardápio somente o que for viável para você e realmente interessante para o consumidor. Então, finalmente terá chegado a hora de transformar o sonho em realidade.

5.  Criar nomes e descrições de cada item

Com a lista dos itens que serão mesmo vendidos aos clientes nas suas mãos, pense nos nomes de cada produto e nas descrições de todos eles. Saiba que as descrições devem conter todos os ingredientes e alertas para quem é vegano/vegetariano ou lida com alguma restrição alimentar - elas podem até aumentar as suas vendas através do cardápio!

Agora é hora de definir os preços.

6.  Definir valores

Para isso, baseie-se nas negociações feitas com fornecedores, nos seus gastos fixos e variáveis e na ficha técnica dos alimentos e sorvetes que você vai produzir dentro da própria sorveteria, ao criar os nomes e as descrições dos itens defina seus valores. A precificação é a cereja do bolo para colocar em ação o desenvolvimento do cardápio.

Com o conceito pronto, os nomes e as descrições criados, os valores determinados, invista em um bom layout para o cardápio. Pondere a facilidade de leitura e compreensão do conteúdo acima de tudo, mesmo que o menu não seja impresso e sim um cardápio digital, e adicione ao conteúdo boas fotos - de preferência tiradas dos próprios produtos e com edição adequada em termos de contrastes e cores.

Conte com especialistas principalmente nestas últimas etapas se achar necessário.

Posso fazer um cardápio de inverno para sorveteria?

Deve! Alternativas menos consumidas durante o verão, mas igualmente procuradas por quem frequenta uma sorveteria podem constar no cardápio do estabelecimento durante o ano todo ou ser inseridas neste menu apenas quando quem administra o negócio considerar necessário.

São ideias para cardápio de inverno em sorveterias:

  • sabores de sorvete que combinem com o frio;
  • chocolate quente e outras bebidas quentes com ou sem sorvete;
  • bolo e petit-gâteau;
  • crepe, panqueca e waffle; e
  • fondue.

Vale dizer que alimentos e bebidas não mencionados na listagem acima têm chances de ótima receptividade por parte do público-alvo. Daí a importância de a marca manter uma comunicação constante com seus consumidores - inclusive através das redes sociais e usando estratégias omnichannel para restaurantes.

E um cardápio só com taças de sorvete: vale?

Vale também. Assim como opções de taças com cremes de açaí, cupuaçu, pitaya e demais acompanhamentos, todas o mais bonitas e “instagramáveis” possíveis e feitas para servir uma ou mais pessoas ao mesmo tempo.

Um cardápio só com taças de sorvetes é como qualquer outro e, portanto, precisa ter as descrições adequadas de tudo o que compõe cada produto, sem que faltem alternativas de muitos acompanhamentos, toppings, chantilly e por aí vai.

Pense que cada pedido será um flash!

Entre as taças de sorvete mais vendidas no Brasil e no mundo destacam-se aquelas com:

  • confeitos coloridos e biscuits;
  • decorações extravagantes;
  • temáticas específicas e/ou comemorativas;
  • brigadeiro em todas as versões (enrolado, de colher, na calda)
  • montagem semelhante à de bombons famosos (Kinder-Ovo; Sonho de Valsa, Ferrero Rocher, Serenata de Amor);
  • nutella para dar e vender junto com leite ninho ou separada dele; e
  • paçoca com doce de leite.

Além da já tradicional taça de banana split.

Ideias próprias e autorais dentro do conceito de food porn podem fazer um tremendo sucesso, então vale testá-las.

Se quiser juntar todas essas possibilidades, fazer experiências sem precisar se comprometer com mantê-las no cardápio caso não deem certo só porque a tiragem já foi impressa ou então modificar seus ingredientes conforme perceber as preferências dos consumidores, a dica é: adote o uso de um cardápio digital para a sua sorveteria.

Cardápio digital para sorveteria: o que é e como funciona?

Em formato tablet ou QR Code, o cardápio digital para sorveterias e demais estabelecimentos permite ao cliente conhecer melhor cada produto e fazer seu pedido com muito mais praticidade e agilidade.

Cardápios em tablet são instalados nas mesas do restaurante e têm opção de autoatendimento e de customização dos itens à venda, entre outras vantagens.

O cardápio em QR Code, por sua vez, é desenvolvido como qualquer outro cardápio online, mas lido pelos clientes sem que haja necessidade de download de aplicativo e, quando contratado através de uma empresa especializada como a oimenu, permite até mesmo o envio do pedido do celular direto para a cozinha.

Ambos podem ser traduzidos em diversos idiomas, atualizados em tempo real e ainda receber a funcionalidade “chamar garçom”.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o oimenu

Saber mais