Sommelier de Vinhos: O que é, importância e vocabulário

O que um sommelier de vinho pode fazer pelo seu restaurante? Entenda a importância e o diferencial desse profissional!

sommelier de vinho

Administrar um bom restaurante engloba muitos fatores e, de acordo com a proposta do negócio, é preciso contratar profissionais mais específicos para fazer um atendimento adequado. Às vezes, pode ser necessário um expert em cervejas; outras vezes, um chef de cozinha internacional e, por vezes, um sommelier de vinhos.

O que é sommelier?

É o profissional responsável por tudo relacionado ao vinho, dentro do restaurante. Mas o termo, sozinho não indica conhecimento apenas para os vinhos. Há, também, sommelier para outros tipos de bebidas e comidas. Contudo, quando falamos das tarefas de um sommelier de vinhos, podemos incluir:

Além disso, se o bar ou restaurante possui um site ou blog, o sommelier pode ser o responsável por redigir artigos sobre vinhos. Para quem quer investir em um bom cardápio de vinhos, dentro do estabelecimento, o sommelier pode ser uma peça fundamental, não é mesmo? Confira mais alguns pontos sobre a importância desse profissional no restaurante.

Importância do sommelier no restaurante

Para ser considerado um bom sommelier de vinho, é preciso ir muito além das informações básicas. Além de saber informações como o país de origem da bebida, é necessário conhecer qual o tipo de uva utilizada na produção do vinho, qual viticultura de cultivação e qual a safra do produto.

Mais do que isso, o profissional deve entender sobre como montar uma carta de vinhos, como armazenar os produtos, qual a temperatura do vinho ideal, quais os melhores lugares para realizar encomendas e, ainda, como precificar os vinhos. Outro elemento essencial que um sommelier precisa saber, é como harmonizar refeições, ou seja, o que servir com vinho.

Por último, mas igualmente importante, este profissional precisa estar preparado para ministrar alguns cursos e workshops, explicando informações básicas do produto servido no restaurante e, também, ensinando um pouco do linguajar usado para falar sobre vinhos, treinando a equipe.

Isso irá ajudar a mostrar a profissionalidade e seriedade do seu estabelecimento na oferta de produtos e de serviço de qualidade, prestado pelos seus funcionários. Afinal, se toda a equipe souber um mínimo para poder ajudar os clientes leigos no assunto e, também, para manter uma conversa adequada com os que já entendem do assunto, o seu restaurante com certeza receberá elogios e ficará bem conceituado.

Por que conhecer o vocabulário?

Quando o bar ou restaurante conta com uma carta de vinhos, não basta que os atendentes saibam como servir vinho, apesar de esse ser um passo básico e fundamental.

A equipe de funcionários precisa entender sobre os produtos servidos, tanto para explicar aos clientes que desejam saber um pouco, quanto para manter um diálogo com clientes que já conhecem o produto e, apenas, gostam conversar sobre. Isso vai engajar a sua clientela.

O sommelier de vinhos não vai estar disponível o tempo todo, para auxiliar os atendentes, principalmente em dias de muito movimento no restaurante. Por conta disso, é importante que todo o time receba um treinamento básico, com o que o sommelier julgar mais importante para repassar à equipe.

Vocabulário do vinho: Conheça algumas palavras essenciais

Vamos conhecer alguns termos bem comuns no universo desta bebida, tão encantadora e clássica, que é o vinho. Isso poderá ajudar você a explicar o glossário de vinhos para a sua equipe de garçons.

  • Açúcar residual: é o que permanece no líquido, mesmo após a fermentação alcoólica. Todos os tipos de vinho possuem alguma quantidade, sendo que alguns são mais doces que outros;
  • Agressivo: é um vinho com alto teor alcoólico, muito ácido ou muito tânico (que possui alta quantidade de taninos, tornando a bebida adstringente no paladar);
  • Amadeirado: é a qualidade de um vinho que foi envelhecido em barricas;
  • Aveludado: característica da textura do vinho, na qual cabem os termos bebida suave e/ou sedosa;
  • Blend: termo usado para quando o vinho produzido com dois ou mais tipos de uva, ou seja, é uma mistura;
  • Brut: vinho seco e espumante;
  • Cepa: esse é um nome diferente para as uvas utilizadas na produção de um vinho, elas podem ser, por exemplo, Cabernet Sauvignon, Merlot ou Malbec. Mas, claro, essas são apenas algumas das mais conhecidas;
  • Colheita: o ato de colher uvas, importante para indicar qual a safra do vinho em questão;
  • Corpo: vinhos encorpados são considerados bebidas um pouco mais densas, com sabor forte e persistente, que permanece na boca por mais tempo. Já os vinhos menos encorpados, considerados leves, são mais fáceis de beber por serem menos concentrados e possuírem um menor teor alcoólico;
  • Decantação: ato de separar o vinho dos resíduos sólidos contidos dentro da garrafa, também realizado para oxigenar alguns tipos de vinhos;
  • Degustação: termo utilizado quando se prova um vinho, para analisar suas características;
  • Equilibrado (harmônico ou redondo): nenhum mistério nessa definição, sendo que um vinho equilibrado é aquele que harmoniza bem todos os seus componentes;
  • Fermentação: há dois tipos de fermentação no vinho, a alcoólica e a maloláctica. Esta primeira é quando o açúcar de transforma em álcool e/ou CO2 (gás carbônico), já a segunda é quando o ácido málico se transforma em ácido láctico, suavizando o vinho;
  • Intensidade: a intensidade de um vinho é definida pela quantidade de aroma, sabor e cor que a bebida apresenta;
  • Safra: a safra de um vinho nada mais é do que o ano de produção daquela bebida. Alguns tipos de vinho são melhores consumidos após um tempo de envelhecimento (safra antiga), outros devem ser bebidos jovens (safra atual).

Agora que você já conhece um pouco do vocabulário do mundo dos vinhos, basta saber se, no seu estabelecimento, a presença de um sommelier é importante, o que agregará valor para o seu produto e serviço.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas
O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário