Deliway

Quais medidas de segurança alimentar os restaurantes devem tomar

Conheça as medidas de segurança alimentar da ANVISA e as emergenciais, devido ao surgimento do novo Coronavírus.

Segurança alimentar

Em meio à pandemia em que vivemos - causada pela doença Covid-19 - se faz necessário acatar toda e qualquer medida para garantir o funcionamento e a segurança alimentar no ramo alimentício.

Isso acontece, pois, além de ser uma responsabilidade social e necessária para o funcionamento de um negócio, em uma época em que os holofotes estão voltados à limpeza e higiene de tudo e de todos, não há espaço para estabelecimentos que apresentam procedimentos duvidosos.

Por isso, é de extrema importância desprender esforços materiais e humanos para desempenhar um papel de excelência quando o assunto é alimentação e saúde pública, certo?

Tendo em vista o cenário atual, a OiMenu preparou um material que tem como objetivo auxiliar os restaurantes a manterem a segurança alimentar de seus clientes e funcionários, evitando, dessa forma, a disseminação do coronavírus por meio do ramo alimentício.

Portanto, confira as medidas de segurança alimentar indispensáveis para passar pela pandemia da Covid-19 e diminuir os prejuízos financeiros causadas por ela.

Procedimentos obrigatórios regulamentados pela ANVISA

Um dos primeiros passos para manter a segurança alimentar do seu restaurante é garantir que absolutamente todos os procedimentos obrigatórios regulamentados e fiscalizados pela ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - sejam seguidos ao pé da letra.

Um restaurante responsável, em hipótese alguma, deve comprometer a limpeza e higiene do seu estabelecimento e funcionários. Por isso, se você pondera cortar custos nessa área e diminuir os prejuízos financeiros citados, volte duas casas.

Por outro lado, garantir que o manual de boas práticas da ANVISA seja respeitado e, depois disso, reforçado com medidas extras decorrentes da necessidade de prevenção do Coronavírus, é manter seu restaurante legal e protegido, promovendo a segurança alimentar de seus clientes.

Para relembrar boa parte das recomendações, veja, abaixo:

Manual de Conduta

Ter um manual de conduta em seu restaurante, contendo informações como: rotina de limpeza do estabelecimento; tipos de comidas servidas; como é feito o armazenamento dos alimentos; quantas vezes o funcionário que manuseia os alimentos precisa lavar as mãos; como, quando e por onde é feita a retirada dos lixos da cozinha; quais os itens de higiene utilizados pelos funcionários; e etc.

Cozinha limpa e higienizada

Manter a cozinha limpa e higienizada, sendo obrigatório limpá-la diariamente, cuidando da otimização do ambiente para manter um espaço adequado entre um equipamento e outro, possibilitando a limpeza eficiente do local.

Transporte, armazenamento e preparo dos alimentos

Realizar de maneira adequada o transporte, armazenamento e modo de preparo dos alimentos: não deixar que alimentos crus entrem em contato com alimentos cozidos; não utilizar materiais que transmitam substâncias tóxicas, odores e sabores; etiquetar embalagens abertas com informações da data de abertura e data de vencimento do alimento; e utilizar água potável para o seu preparo.

Cuidado com a contaminação cruzada

Manter equipamentos e utensílios higienizados e categorizados, cuidados necessários para prevenir a contaminação cruzada, que acontece quando um alimento, utensílio ou mesmo as mãos contaminam outras superfícies e alimentos.

Higiene pessoal da equipe

Prezar pela higiene pessoal da equipe da cozinha: limpeza das mãos, unhas curtas, cabelos presos, uso obrigatório de uniforme e toucas.

Datas de validade

Estar atento às datas de vencimento dos alimentos e, de modo algum, utilizar produtos vencidos.

Pias separadas para higienização

ter duas pias separadas, uma para a higienização dos alimentos e outra para as mãos.

Banheiros em local adequado

Banheiros distantes do local de armazenamento e preparação dos alimentos - também é necessário ressaltar que os produtos utilizados para a limpeza da cozinha não devem ser os mesmos usados para limpar os banheiros, portanto, faça uso de etiquetas para não confundi-los.

Saúde dos colaboradores

Manipuladores de alimentos devem estar com a saúde em boas condições.

Use, ainda, o manual de conduta como um check-list para não esquecer de cumprir as medidas impostas pela vigilância sanitária e manter o seu restaurante em dia com a higiene.

Outras medidas para adotar e garantir a segurança alimentar

Embora as medidas impostas pela ANVISA sejam elaboradas para evitar qualquer tipo de contaminação alimentar, é preciso - devido à pandemia do Coronavírus - redobrar os cuidados no ramo alimentício, assim como em todos os outros.

Por isso, para proteger a segurança alimentar de seus clientes, novas medidas devem ser postas em prática, a fim de garantir o funcionamento do estabelecimento e a saúde de seus consumidores, portanto:

  • faça delivery: se o seu restaurante não trabalha com entregas, esse pode ser o momento perfeito para começar. Mas, para que a atitude seja, de fato, uma solução, garanta que o alimento chegue seguro, ok?
  • mantenha ambientes arejados: caso o seu restaurante ainda possa funcionar diante da pandemia do coronavírus, mantenha o ambiente arejado, janelas e portas abertas;
  • diminua o uso do ar condicionado: ao encontro da alternativa anterior, reduza o uso do ar condicionado no salão e preserve pela imunidade de seus clientes;
  • disponibilize álcool em gel 70% em todos os ambientes do restaurante;
  • divida a sua equipe em dois grupos de trabalho;
  • multiplique a quantidade de vezes em que a cozinha, utensílios, salão e banheiros são desinfectados.

Além disso, como mencionado no documento da ANVISA, apenas funcionários em condições adequadas de saúde podem estar em contato com os alimentos de seu restaurante, por isso, caso alguém da sua equipe comece a apresentar os sintomas da Covid-19, mantenha-o afastado.

Lista de produtos que podem ser utilizados para higienizar superfícies

Com o avanço de casos do Coronavírus confirmados no Brasil, alguns produtos de limpeza, como o álcool em gel 70% estão ficando, a cada dia que passa, mais escassos. Por isso, surge a necessidade de contar com produtos semelhantes que possuem a mesma eficácia.

A notícia boa é que é possível combater o novo coronavírus com a maioria dos desinfetantes, pois, mesmo sendo um vírus novo e de fácil contágio, não é difícil eliminá-lo. Portanto, os mais comuns produtos de limpeza podem cumprir essa tarefa muito bem, veja:

  • álcool 70%;
  • água e sabão;
  • detergente;
  • limpadores multi-uso;
  • limpa-vidros;
  • alvejantes - a base de água oxigenada ou cloro.
Mas, atenção: ao contrário do que dizem fake news circuladas por aí, NÃO há comprovações de que vinagre, vodka ou qualquer outro destilado possa eliminar o Coronavírus - visto que, nestes produtos, não há quantidade significativa de álcool para matar o vírus.

Além disso, atente-se ao modo de uso desses produtos. Passar superficialmente o produto não é o bastante, é necessário esfregar a superfície, deixando-a molhada para o produto agir - por no mínimo quatro minutos - e deixar secar por conta, para o produto acabar, de fato, com todos os vírus.

Lembre-se de orientar seus funcionários a utilizar luvas ao realizar a limpeza adequada do seu restaurante, evitando o contato direto com o produto e superfícies sujas. Produtos de limpeza, como os citados, costumam causar danos às mãos - quando utilizados com frequência.

Entretanto, como é necessário no momento, oriente-os a utilizar, de maneira frequente, o utensílio. Por último, não esqueça que além da cozinha, todo o seu restaurante deve ser desinfectado seguidamente.

Manter os alimentos longe de qualquer contaminação e do novo Coronavírus é lei, é responsabilidade social e, além disso, a garantia de que seu restaurante passará por essa situação com poucos danos. Por isso, faça a sua parte, combinado?

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

5 Respostas

Deixe seu comentário