Deliway

Tudo que você precisa para montar uma Casa de Carnes

Montar uma casa de carnes ou um açougue gourmet envolve mais do que a escolha do local e da estrutura. Confira algumas dicas essenciais para começar o seu negócio, neste ramo.

Como montar casa carnes

O mercado alimentício é um dos maiores setores no Brasil e, apesar de duas tendências muito grandes estarem crescendo por aqui - o vegetarianismo e veganismo - o consumo de carnes não foi afetado.

Inclusive, ele apresenta uma perspectiva de crescimento para os próximos anos e o nosso país está entre os maiores produtores de carne do mundo, principalmente frango e gado.

O consumo de carnes, aqui, no Brasil, está muito relacionado às questões culturais, mas esse não é o único motivo - afinal, a carne é um elemento bastante importante na questão de saúde dos consumidores, já que ela possui muitas proteínas.

Mas, claro, ela precisa ser balanceada com diversos outros tipos de alimentos para ser possível aproveitar bem os seus benefícios e nutrientes.

Com o consumo crescente, existe um mercado atraente para investir e um tipo de negócio que está em alta são os açougues. Para saber como montar casa de carnes, o mais importante para manter em mente é: não improvisar.

Essa dica é válida para todo e qualquer tipo de novo negócio, mas, principalmente, na casa de carnes, pois é essencial seguir as normas legais que mantêm esse empreendimento funcionando.

Além disso, o que é necessário para montar casa de carnes?

Claro que, como em qualquer outro estilo de estabelecimento relacionado à alimentação, é preciso planejamento. Então, o que você precisa para planejar uma casa de carnes?

A princípio, procurar uma boa localização, definir um público-alvo e ter conhecimento das legislações vigentes, que precisam ser seguidas.

Localização e público-alvo

É preciso pensar e escolher uma localização, de acordo com o comércio em volta. Não adianta querer escolher um lugar próximo a um supermercado, por exemplo, pois a competição vai ser enorme - a não ser que, de alguma maneira, você consiga algum tipo de parceria com o estabelecimento.

Para determinar uma boa localização, analise a movimentação da região, pois esta precisa ter um grande fluxo de pessoas. O público-alvo também faz a diferença na hora de escolher o local.

Isto porque, se você está visando uma clientela maior, o ideal é focar no popular - e, para isso, é preciso manter as coisas simples, com preços acessíveis e pensar em locais próximos a bancos, terminais de ônibus, parques e bairros residenciais.

Agora, se você quer aprender como montar um açougue gourmet, então tenha em mente que o público será outro.

Isto acontece porque esse conceito traz um valor agregado um tanto mais caro que o açougue popular, pois as carnes serão vendidas a um preço mais alto, o que faz com que a sua clientela seja focada em pessoas que tenham um vida financeira mais elevada.

Nesse caso, a localização precisa focar em bairros residenciais da classe média e alta, ou em grandes centros da cidade. Além disso, evite salas perto de mercados, afinal, eles também são uma competição para o seu açougue gourmet.

Fornecedores e tipos de carne

A qualidade dos fornecedores é essencial em uma casa de carnes. Jamais procure e confie no mais barato, assim, de qualquer jeito. Certifique-se de que a qualidade venha em primeiro lugar.

Até porque as normas da vigilância sanitária são bem rígidas para trabalhar com esse tipo de estabelecimento.

Se estiver trabalhando com uma gourmet steakhouse, procure, também, encontrar bons fornecedores para atender ao mercado de carnes exóticas e cortes nobres. As carnes exóticas mais famosas são as de cordeiro, de javali e de coelho, por exemplo.

Quanto aos cortes, pode haver variação entre:

  • Bisteca;
  • Costela premium;
  • Maminha;
  • Cupim;
  • Bife de chorizo; e
  • Ossobuco (tipo de corte de músculo de boi).

Estrutura

A estrutura básica de uma casa de carnes é:

  • Balcão de atendimento;
  • Refrigeradores e freezers;
  • Amaciador de carne;
  • Moedor de carne;
  • Máquina de embalar à vácuo.

Claro que, além desses itens na estrutura, será necessário outros equipamentos e itens, tais como caixa registradora, computador, impressora, etc.

Aspectos legais

Para abrir qualquer tipo de comércio, é necessário conseguir algumas autorizações e alvarás. Porém, quando se trata de um local relacionado ao ramo alimentício, também é necessário seguir as normas da vigilância sanitária.

Essas são muitas e bem específicas, então, talvez seja um boa ideia ir atrás e conseguir mais informações com a Secretaria de Estado de Saúde, o Centro de Vigilância Sanitária e/ou a Agência Nacional de Saúde.

O que é importante em uma casa de carnes?

Claramente, o investimento inicial se dá na escolha do ponto onde instalar o seu negócio, na montagem da estrutura e em iniciar o estoque. Mas, após esses cálculos, é preciso pensar no dia a dia do estabelecimento e no que realmente faz a diferença para o cliente.

Isso engloba fatores como:

  • a higiene do local e dos funcionários;
  • o bom atendimento;
  • a qualidade dos produtos;
  • a diversidade ofertada (tanto de carnes quanto de produtos relacionados); e
    preços.

Já pensou em uma casa de carnes com delivery? Essa seria uma ideia interessante para trazer diferencial ao seu empório gourmet, mas, claro, seria necessário pensar no transporte, que deve ser preparado e específico para o seu tipo de produto.

Além disso, a expectativa em cima de uma gourmet steakhouse é bem mais alta do que um simples açougue, o que torna ainda mais vital manter a higiene, apresentação e qualidade dentro do estabelecimento.

Equipe de profissionais

Quem for contratado para trabalhar em uma casa de carnes precisa ser um profissional altamente qualificado.

Os cortes e embalagens precisam ser muito bem feitos, para garantir a qualidade do estabelecimento. Então, se você não encontrar um profissional que saiba o que está fazendo, considere contratar alguém disposto a fazer cursos de especialização e aprender tudo sobre como cortar e embalar carnes - e isso é uma ótima maneira de motivar uma equipe.

Mais do que isso, certifique-se de que as pessoas que estiverem trabalhando com você e atendendo aos clientes tenham boa comunicação e sejam gentis e eficientes nos atendimento.

Marketing

Uma casa de carnes, geralmente, não precisa fazer marketing, já que o boca a boca dos clientes atrai cada vez mais pessoas querendo consumir os produtos.

Contudo, para o caso de um empório gourmet de carnes, o estabelecimento provavelmente irá demorar um pouco mais para alcançar um bom número de consumidores.

Tendo isso em mente, considere adotar algumas estratégias de marketing, seja por anúncios e panfletos ou por redes sociais. Foque em mostrar aos clientes em potencial o que você oferece de bom, quais os tipos de carne e os cortes especiais, qual o diferencial do local, etc.

Como trazer diferencial à casa de carnes?

De maneira geral, não há muitas coisas a se fazer que sejam diferentes de todas as outras casas de carne, mas você pode analisar a concorrência ao redor da cidade e tentar trazer algo que nenhuma das outras faz.

Pode ser algo como oferecer uma mini mercearia, com produtos relacionados à carne (carvão, pão de alho, etc.), realizando um up-selling e incrementando o seu ticket médio.

Ou, se possuir espaço para fazer uma estrutura adequada, monte um mini bar e ofereça algumas bebidas com carnes preparadas no próprio estabelecimento. Assim, o cliente pode fazer uma degustação enquanto realiza suas compras.

De qualquer maneira, lembre-se de que para uma casa de carnes, assim como qualquer outro tipo de negócio, é preciso determinação e empenho, procurando sempre novas maneiras de melhorar o negócio. Somente assim o sucesso vai bater na sua porta.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

7 Respostas

Deixe seu comentário