Deliway

Como administrar um restaurante delivery?

Administrar um restaurante delivery vai além de simplesmente fazer entregas: é preciso ter certeza da qualidade das embalagens, saber controlar corretamente o tempo entre o pedido e a entrega. Conheça nossas dicas.

Administrar delivery

Para administrar um restaurante delivery é preciso entender quais as necessidades desse setor, como saber quais são as embalagens mais adequadas para o tipo de comida do seu restaurante.

Caso seu estabelecimento trabalhe com refeições que contêm muitos molhos, por exemplo, é preciso que a embalagem tenha uma vedação especial, para que não acabe derramando.

As necessidades não param por aí, por isso, é fundamental fazer pesquisas de mercado, para conseguir criar um planejamento eficiente e que traga resultados positivos ao caixa.

É importante conhecer o seu público-alvo e saber o que eles esperam das entregas.

Outro aspecto importante é efetuar pesquisas sobre a maneira mais barata de realizar o delivery de comida.

Há restaurantes que optam por contratar serviços terceirizados de delivery, enquanto outros apostam na contratação exclusiva dos entregadores, obtendo assim um maior controle sobre o tempo dos pedidos.

Como fazer a gestão de um restaurante?

Fazer a gestão de um restaurante requer atenção e cuidados, principalmente em situações no qual o estabelecimento oferece outras funções de serviço além do local físico.

Sendo assim, o primeiro passo de qualquer gestão bem sucedida é iniciar o planejamento do negócio e, para isso, é preciso ter estabelecido alguns pontos como:

Considere também os equipamentos, local apropriado para o serviço e as requisições de alvarás para o funcionamento.

Para que o estabelecimento gere lucros, é fundamental ter metas e objetivos bem esclarecidos, além de uma ótima gestão financeira.

Em um restaurante, o controle financeiro depende da união de todos os colaboradores, pois é preciso economizar de maneira consciente em cada setor.

Ao preparar comida além do que foi pedido, o cozinheiro acaba gerando desperdícios ao seu negócio, o que aumenta os gastos e os prejuízos de uma maneira geral.

Lembre-se também de procurar por fornecedores eficientes que disponibilizem material adequado, em grande quantidade e por um preço mais baixo.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Como administrar as compras para delivery?

Administrar o estoque de alimentos é uma das peças chaves de qualquer boa gestão, inclusive para restaurantes cujo único serviço seja via delivery.

É crucial que as compras sejam detalhadas e que haja um controle assertivo de estoque, tanto para os alimentos quanto para produtos e embalagens.

Restaurantes que trabalham com delivery precisam encaixar no orçamento mensal os custos com embalagens, principalmente aqueles que oferecem opções variadas no cardápio.

Ou seja, além de controlar a quantidade a de mantimentos, o restaurante que oferece delivery, deve cuidar e gerenciar o estoque das embalagens.

Para isso é preciso cuidar:

  • da reposição das embalagens que possuem mais saída;
  • da validade dos produtos, para que não percam a qualidade;
  • do local de armazenamento, para que não haja alteração no seu aspecto, nem crie sujeira ou estraguem.

É válido lembrar que quando não há uma boa gestão de estoque, os prejuízos podem aumentar, pois produtos já adquiridos, podem ter de ser substituídos sem ao menos serem utilizados.

O mesmo serve para os alimentos: é fundamental que haja um controle assertivo, administrando as datas de validade, a ordem de reposição e a maneira de armazenamento.

Como administrar as entregas em um delivery?

A resposta pode ser simples na teoria, pois uma boa administração nas entregas, requer apenas controle de tempo, embalagem correta e uma quantidade de entregadores condizente com a proporção de pedidos que o restaurante recebe.

Na prática, para a sua operação rodar perfeitamente, com bom controle de tempo de entrega, é fundamental controlar também os tempos de preparo e de recebimento dos pedidos.

Para facilitar esse controle, o gestor pode contar com o auxílio de uma plataforma de delivery, com o qual o cliente tem acesso ao cardápio, finaliza o pedido, efetua o pagamento e, depois de confirmado, esse pedido chega diretamente à cozinha.

Essa automatização facilita a ordem dos pedidos e auxilia a distribuição de entrega, afinal, o pedido chega juntamente com o endereço do cliente, de maneira que o gestor consegue organizar rotas para otimizar o tempo de entrega.

Ao ignorar o controle das entregas, o restaurante pode acabar contratando um número maior de entregadores do que realmente precisa, resultando em uma folha de pagamento maior.

Confira nossas dicas para melhorar seu negócio!

1.  Contratação de entregadores

O restaurante tem duas opções: contratar uma empresa terceirizada que controle os entregadores e se responsabilize por folhas de pagamento, ou contratar motoboy exclusivo por conta própria.

A segunda opção pode parecer mais cara, quando colocada na ponta do lápis, porém, facilita o controle das entregas, já que quem determina os horários é o próprio restaurante, além de poder coordenar melhor as escalas.

Alguns entregadores possuem registro como MEI e, desta maneira, o restaurante contrata o serviço de entrega através do CNPJ, que pode sair mais em conta por um determinado período, principalmente em situações nas quais as vagas de trabalho são temporárias.

2.  Organizar tempo de entrega

O ponto principal para organizar o tempo de entrega está no cuidado com o pedido no momento em que ele chega ao restaurante.

Ou seja, é preciso cuidar do tempo de preparo e organizar os pedidos por ordem de chegada, obedecendo as entregas pela mesma ordem. Assim, os produtos permaneceram na temperatura desejada sem atrasos.

Para que o delivery fique ainda mais organizado, é aconselhável que o restaurante possa contar com dois entregadores simultâneos, podendo cada um deles ficar responsável por uma parte da cidade, evitando a perda de tempo para entregas com localização distinta uma da outra.

3.  Embalagem ideal para entrega de delivery

Pesquisar por fornecedores, que entregam embalagens a baixo custo, pode ser uma ótima fonte de economia.

Contudo, é necessário que as embalagens sejam de qualidade, isto é, que tenham uma boa vedação e uma estrutura firme. Lembre-se de que o estado em que a comida chega até o cliente é importante para a boa classificação do seu restaurante.

Por isso, as bandejas, potes e demais embalagens precisam ser adquiridas de acordo com o tipo de comida oferecida no seu estabelecimento.

Um último fator que precisa ser levado em conta é a maneira como o alimento fica disposto dentro da embalagem, pois é comum que durante a entrega haja oscilações no veículo, o que pode acabar prejudicando o visual e até mesmo o sabor do produto.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário
CONHEÇA O OIMENU