Como criar um Cartão Fidelidade para meu restaurante

Fidelizar os seus clientes é garantir que, em meio a tanta concorrência, eles continuem preferindo e escolhendo o seu negócio. Entenda como criar esta cultura.

Cartão fidelidade restaurante.

A fidelidade dos clientes de restaurantes é uma área ainda pouco explorada, mas que se apresenta como uma grande oportunidade. É preciso:

  • Trazer o cliente de fora;
  • Encantá-lo, já dentro do seu estabelecimento; e
  • Fazê-lo retornar.

A fidelização dos clientes começa em todas as etapas descritas acima, desde o marketing na rua, mesmo. Afinal de contas, para que uma pessoa escolha o seu estabelecimento antes de todas as outras opções, é preciso criar uma identificação com a sua marca.

Uma vez feito isso, é preciso tornar a experiência deste cliente, no seu restaurante, a mais positivamente surpreendente possível. Este é o primeiro passo para a fidelização.

Na leitura de hoje, iremos demonstrar como um programa de fidelidade para restaurante pode ajudar em todas estas etapas, mas, principalmente, na hora de fazer o cliente retornar.

Antes de começarmos, o dono do restaurante precisa entender que, com o mundo dos negócios cada vez mais concorrido (em todos os segmentos, é verdade), é preciso sempre inovar. A internet e a tecnologia em si, possibilitam que os clientes sequer saiam de casa para comer: há comida disponível ao toque de uma tela.

Desta maneira, é preciso criar condições para atrair o seu cliente: e a fidelização é uma ideia muito boa. Já mencionamos que é pouco explorada, pois o proprietário pode pensar que terá prejuízo, mas isso não é verdade. Iremos explicar o motivo.

Cartão fidelidade ou APP fidelidade

Vamos direto ao ponto, aqui. A forma mais tradicional de fidelizar os clientes é através de um cartão, geralmente parecido com um cartão de visitas, em que o cliente vai acumulando adesivos ou carimbos, conforme frequenta o seu estabelecimento.

A dinâmica costuma acontecer, basicamente, da seguinte forma: a cada 10 pratos, ganha um. Há alguns estabelecimentos que colocam, inclusive, data de expiração destes pontos, criando um senso de urgência no cliente, para que ele retorne várias vezes, não perca seus pontos e, ainda, ganhe mais pontos.

Os aplicativos funcionam do mesmo jeito, contudo o cliente precisa baixar no seu celular e ir pontuando. Cada aplicativo funciona de uma maneira específica, e alguns restaurantes contratam o serviço ou desenvolvem por conta própria.

Sem dúvida alguma, o aplicativo é a forma mais inovadora (e garantida) de que o cliente pontue. Imagina só, hoje em dia, guardar um monte de cartão, de todos os estabelecimentos que ele possivelmente frequenta?

Contudo, cada restaurante escolhe a opção que mais se encaixe no seu orçamento - e, os tradicionais cartões, sem dúvidas, são mais baratos.

De qualquer maneira, queremos dar muitas dicas práticas para que você, ao escolher entre o cartão ou o aplicativo, aplique no seu programa de fidelidade. Vale para qualquer um dos sistemas de acúmulo de pontos, ok?

App Fidelidade.

Como incrementar o programa de fidelidade

Observando alguns restaurantes, a gente percebeu um erro: a questão das validades dos pontos acumulados.

Pense sempre no seu cliente: você acha mesmo que ele irá consumir, no seu restaurante, 10 vezes durante uma semana? Estas metas são irreais, então nenhum sistema de fidelidade será benéfico. Aliás, estabelecer este tipo de meta poderá fazer o serviço contrário: afastar o seu cliente.

Este é só um exemplo de má gestão do sistema de pontos. Mas, ao invés de falarmos das coisas que deram errado, iremos falar as ações práticas que devem começar, agora, no seu restaurante. Lembre-se: todas elas foram pensadas a partir de um erro, então pode confiar e aplicar hoje mesmo!

Pontuação por compra mínima

Você precisará fazer algumas contas: qual o valor mínimo de compra que irá gerar um ponto/carimbo? Não dê pontos para o cliente que comprar apenas uma água, por exemplo. Isso provavelmente irá causar prejuízos no seu financeiro.

A ideia é fazer com que o consumo seja estimulado, mas sem prejudicar a saúde financeira do seu estabelecimento. Assim, como exemplo, você pode verificar qual a média que o seu cliente comum gasta no seu restaurante e, assim, estipular essa média como o valor a ser pontuado.

Exemplo: a cada R$ 20 em compras, ganha um ponto.

Crie um sistema de pontos vantajoso para o cliente

A ideia é pensar em facilidades para o seu cliente. O seu trabalho será pensar num orçamento, lembrando, claro, que nem todo cliente resgatará as recompensas. Mas você pode estipular três tipos de prêmio.

Por exemplo: juntando quatro carimbos, o cliente poderá ganhar um refrigerante; se juntar seis, uma porção de batatas fritas; se juntar oito, poderá ganhar uma refeição principal. Você precisa fazer os cálculos: quanto é o ticket médio de cada compra para ver se vai ser vantajoso para o restaurante, também.

De qualquer maneira, presenteie o cliente com um ou dois tipos de prêmios. A ideia de fidelização é o seu cliente ter a percepção de que você quer que ele volte, e que o dinheiro que ele investirá com você terá algum retorno, um algo a mais. Vale a pena!

Validade dos pontos

Se você já estipulou o programa que será vantajoso para você e para o seu cliente, com um, dois, três ou até mais tipos de bonificações, a validade poderá ser menor. Em outras palavras, se pegarmos o exemplo acima, os primeiros quatro pontos valem por um mês, enquanto os seis ou oito pontos valem por 45 dias da data da última compra.

A validade serve para dar a ideia de urgência e o cliente lembrar que tem algo a resgatar, se comprar mais um produto com você. Contudo, e já explicamos isso, a validade precisa ser realista. Não faça ela vencer muito cedo, com medo da bonificação que você dará para o cliente.Faça as contas e entenda qual o melhor prêmio.

Divulgue o seu sistema de pontuação

Desde o primeiro contato, em marketing externo, para clientes em potencial. Deixe todo mundo saber que você premia os melhores clientes, não perca esta oportunidade.

Você já está inovando, mas pra ter resultado, precisa contar aos quatro ventos. Faça essa propaganda do seu restaurante, seja mídia por redes sociais, outdoor ou outra forma, mas faça!

Colete os dados dos seus clientes

O sistema de pontos pode ser ainda mais vantajoso do que você pensa. Seja por via de cartão ou aplicativo, colete os dados dos seus clientes: telefone e e-mail, pelo menos. Geralmente, mais de 50% dos clientes fiéis não retiram seus prêmios, mas você pode mandar, constantemente, mensagens, ofertas exclusivas.

Quem não é visto, não é lembrado: esta é a oportunidade para ser lembrado. Faça com que, pelo menos, o cliente recorde o nome do seu restaurante.

Agora é só manter a qualidade dos produtos e do serviço, o que fará a experiência ser inesquecível. O cliente que pontua é um cliente que já foi marcado pela sua empresa, valorize-o e utilize a inovação desta oportunidade para aumentar e manter a sua base de clientes.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário