Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o oimenu

Como criar um clube de assinatura de comidas

A cada ano, novas tendências aparecem no mundo gastronômico para quem quer criar novas oportunidades no mercado e o clube de assinatura de comidas é um exemplo disso. Veja a seguir um pouco mais sobre essa novidade e como implementá-la no seu restaurante.

Compartilhe

Club assinatura de comidas

A ideia do clube de assinatura de comidas é que o cliente receba em casa produtos selecionados e pré-definidos de forma recorrente, seja semanal ou mensalmente, apostando na comodidade e praticidade.

Essa tendência de assinatura abrange inúmeros produtos, inclusive no setor de Food Service, que cresceu consideravelmente nos últimos anos devido à pandemia.

O cliente faz a assinatura do produto que deseja e efetua o pagamento de modo recorrente, de maneira automática, seja através do cartão de crédito, débito direto na conta bancária ou link de pagamento.

O recebimento do produto por assinatura chega na casa do contratante sempre no mesmo período, seja ele mensal, quinzenal ou semanal.

A quantidade de produtos é definida de acordo com a mensalidade e com o que a empresa oferece. Há restaurantes, no caso do setor alimentício, que oferecem ao contratante uma cesta com uma quantidade definida de alimentos que mudam conforme o mês.

Ou seja, a caixa pode chegar até a casa do consumidor todo mês, por exemplo, com 20 produtos definidos e, no próximo mês, outros 20 alimentos diferentes serão enviados, promovendo assim uma assinatura inédita todo mês.

Apesar do conceito ser similar, a maneira de efetuar a venda e principalmente a forma como o produto é escolhido e entregue ao cliente é que faz a diferença, trazendo resultados positivos ao restaurante, como aumento considerável nas vendas e na fidelização de clientes.

O que é um clube de assinatura em restaurante?

O restaurante pode oferecer um pacote por assinatura de acordo com o serviço que oferece, por exemplo, o serviço de marmitas pode virar um clube de assinatura quando o mesmo cliente opta por receber diariamente o produto, efetuando o pagamento de maneira recorrente. Sendo assim, durante o período pré-estabelecido, o envio das marmitas será realizado de acordo com o cardápio do restaurante.

Essa opção de serviço traz benefícios tanto para o consumidor quanto para o empreendedor. Enquanto o primeiro faz a assinatura e possui um custo-benefício maior quando comparado à compra do produto individual em um período menor do que aquele acordado pela assinatura, o segundo tem a garantia do dinheiro em caixa pelo período em que o cliente assinar o clube.

Em outras palavras, o clube de assinatura de alimentos sai muito mais em conta para o cliente do que a aquisição da mesma quantidade de maneira individual.

Vantagens do clube de assinatura para os donos de restaurante?

Para o restaurante, os benefícios são maiores também, pois a lucratividade será recorrente e o custo-benefício que o assinante recebe acaba permitindo que o pacote de assinatura seja renovado, o que aumenta a renda por um longo período.

É importante ressaltar que o clube de assinatura do ramo alimentício pode ser extenso, abrangendo cardápios de doces, marmitas e opções fitness.

O importante é a criatividade na venda, a qualidade do produto e a entrega, viu?

Fique atento às embalagens

Lembre-se de preparar embalagens adequadas de acordo com cada serviço, procure embalagens para delivery com boa vedação e que permitam que o produto chegue na casa do consumidor da mesma forma que saiu do restaurante.

Além disso, caso o seu negócio seja o de serviço de marmitas congeladas, é importante que a embalagem possa suportar as baixas temperaturas do refrigerador, algumas opções devem até mesmo ser compostas de materiais que possam ser expostos ao micro-ondas.

Porém, se esse investimento não for possível, lembre-se de avisar o seu cliente logo de início que a comida precisa ser preparada em outro recipiente.

Os cuidados com a embalagem e com a entrega fazem com que os restaurantes se destaquem diante da concorrência, por isso, na hora de oferecer um clube de assinatura, procure pesquisar o mercado que está ao seu redor e ofereça produtos diferentes, criativos e, claro, mais exclusivos.

Por fim, saiba que seu restaurante pode oferecer o clube de assinatura e, ainda assim, trabalhar com outros serviços, como atendimento ao público e delivery. Apenas esteja preparado para a demanda e mantenha a organização na entrega das assinaturas.

Como montar um clube de assinatura na gastronomia?

É preciso, primeiro, ter um bom produto a ofertar, em seguida, saiba precificar os seus itens, além de organizar a logística das entregas e de venda. Por fim, procure a plataforma ideal para realizar as vendas e o recebimento recorrente. Esses são os quatro passos principais para montar seu clube de assinatura de comidas.

Confira mais detalhes que resumimos para você abaixo.

1.  Escolha o seu produto com base no seu público-alvo

O leque de serviços alimentícios é enorme, mas, para que o clube de assinatura seja organizado, viável e traga lucros ao negócio, é fundamental que o público-alvo do restaurante seja bem definido.

Essa escolha interfere na qualidade dos produtos, na praticidade do envio, assim como também auxilia a reduzir custos no restaurante que podem ser desnecessários e, por fim, otimiza o serviço que, com a rotina e a organização, acaba sendo cada vez mais rápido.

Dito isso, veja só algumas ideias de clube de assinatura de comida:

  • comidas fitness;
  • marmitas diárias;
  • doces, bolos, sobremesas em geral;
  • lanches rápidos;
  • chás, cafés e outras bebidas;
  • comida congelada (almoço ou janta);
  • queijos e vinhos;
  • cestas personalizadas para comemorações especiais;
  • cervejas e snacks;
  • especial do mês/semana do restaurante.

Basta usar a criatividade e surpreender os assinantes com a qualidade dos produtos e a organização da entrega.

2.  Precifique seu serviço

A maioria dos serviços de assinatura possuem uma pequena divisão, essa separação é realizada a fim de proporcionar opções de consumo diferentes e principalmente com preços distintos.

Por exemplo, é possível dividir o serviço em três categorias: o básico, o intermediário e o completo, cada uma delas oferece um tipo e uma quantidade de produtos e o preço é estabelecido com base no que é enviado ao consumidor.

Os combos básicos geralmente possuem uma quantidade menor de produto ou levam itens de preço menor, como em casos de clube de assinatura de queijos e vinhos.

Por outro lado, os combos completos ou exclusivos trazem produtos de melhor qualidade ou, ainda, uma quantidade maior, como dois queijos distintos e uma garrafa de vinho que harmonize com ambos, por exemplo.

Esses exemplos devem ser adaptados ao seu negócio: pesquise o valor de cada preparo, o custo médio de envio e de gastos em geral para que o alimento seja entregue aos assinantes e só então estipule a precificação do seu cardápio ou serviço.

3.  Organize as vendas e as entregas

Priorize as vendas e, caso seja necessário, estipule um raio de localização máximo para realização das entregas.

Saiba que a logística pode ser realizada de inúmeras maneiras, por Sedex, transportadoras, correios e até mesmo por entregadores particulares. Coloque na ponta do lápis os seguintes fatores e depois analise se criar um limite geográfico pode ser algo viável ao seu negócio. Calcule:

  1. o peso do produto;
  2. a medida da embalagem; e
  3. o CEP de destino (caso seu entregador seja particular, como no caso de delivery de comida, use outros dados para entender o valor médio gasto com a entrega, como: preço da gasolina, manutenção do transporte e a quantidade máxima de produto que pode ser entregue em um único dia).

Quanto à última opção, ela deve ser considerada com cautela, pois o assinante espera o produto no dia combinado e atrasar na entrega pode prejudicar a qualidade do produto e a relação com o contratante.

4.  Saiba como oferecer o serviço de assinatura

Para que o serviço seja oferecido de maneira segura e prática, procure por plataformas completas que facilitam o acesso do assinante, conseguindo acompanhar seu cadastro e a realização dos pagamentos.

Além disso, vale ressaltar que alguns sites de e-commerce podem cobrar taxas em cima da venda realizada, por isso, pesquise bem antes de assinar qualquer contrato.

Por fim, lembre-se que o clube de assinantes do seu restaurante pode ser diferente do estabelecimento físico. Isto é, você pode ser um dono de um restaurante italiano e providenciar um clube de assinatura de comidas fitness, pois um não deve interferir na produção do outro.

No entanto, o serviço é otimizado quando ambos são do mesmo segmento, já que dessa forma é possível dividir as despesas de cozinha, luz, água e funcionários, por exemplo.

O ramo de clube de assinatura está em ascensão, por isso, investir nessa tendência pode ser uma ótima estratégia. Que tal dar uma chance a esse estilo de negócio inovador?

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o oimenu

Saber mais