Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o OiMenu

Por que meu restaurante deve ter um cardápio digital?

Neste artigo, você descobre o porquê de ter um cardápio digital para chamar de seu, conhece quais são os tipos disponíveis no mercado e qual deles implementar no seu estabelecimento.

Compartilhe

Porque ter cardápio digital

O cardápio digital busca proporcionar autonomia, flexibilidade e praticidade aos clientes de um estabelecimento, ao mesmo tempo em que reverte esses benefícios em aumento de vendas e redução de custos aos restaurantes que aderem a essa tecnologia.

O que pode parecer recente para muitos é a realidade de tantos outros. Afinal de contas, a modernização do setor alimentício é uma necessidade, assim como a otimização do seu serviço e atendimento.

Apenas com essa apresentação da definição simples do que se trata a ferramenta, torna-se possível perceber o porquê de ter um cardápio digital.

De qualquer modo, nos parágrafos seguintes você vai se aprofundar ainda mais sobre o assunto, conhecer os motivos para implementá-lo na rotina do seu empreendimento, os tipos disponíveis no mercado e qual deles escolher.

O que é um cardápio digital?

Ele é uma ferramenta tecnológica que substitui o cardápio tradicional impresso pelo formato eletrônico.

De modo geral, esse recurso pode ser fornecido aos clientes de duas formas:

Essa evolução digital proporciona benefícios para ambas as partes, levando a rotina de atendimento e consumo para outro nível.

No próximo tópico, você confere cinco dos principais benefícios oportunizados pelo cardápio digital.

5 razões de por que ter um cardápio digital

1.  Atualização do cardápio em tempo real

O principal problema do menu impresso é a sua manutenção. Afinal, para atualizar qualquer detalhe, desde um simples erro de digitação até um prato que não será mais servido, a segunda impressão será necessária e, com isso, um novo investimento deve ser orçado.

O cardápio digital, por outro lado, possibilita que todas as atualizações sejam feitas em tempo real, sempre que preciso. Sem a necessidade de pagar mais por isso.

2.  Economia com contratação de equipe

Se o cardápio digital escolhido for integrado ao sistema de gestão do seu estabelecimento, mais do que visualizar digitalmente o seu menu, o cliente poderá realizar o seu pedido e pagar a sua conta sozinho através do dispositivo disponibilizado na mesa.

Desse modo, o estabelecimento economiza com a contratação de mais garçons e, de quebra, otimiza e organiza o atendimento.

A redução de custos é um dos principais motivos pelos quais o seu restaurante deveria adotar o cardápio digital, mesmo que seja necessário fazer um investimento um pouquinho maior de início.

3.  Pagamento sem contato com o garçom

Em tempos de pandemia, evitar contato social em seu restaurante deve ser uma prioridade, mesmo que isso signifique diminuir o contato entre seus clientes e sua equipe de atendimento. Essa medida serve para manter a segurança de seus colaboradores e deixar sua clientela confortável no estabelecimento.

A boa notícia é que um cardápio digital inteligente pode fornecer a segurança necessária que o seu negócio precisa em uma situação emergencial como essa.

Inclusive, esse tipo de tecnologia credibiliza o seu negócio, pois demonstra que você se importa e preserva a saúde física e mental dos consumidores.

4.  Aumento de vendas

Imagine a seguinte situação: você faz um pedido, deseja pedir mais, ergue a mão e chama o garçom, quando finalmente é atendido, percebe que não quer mais - afinal de contas, levou muito tempo para ser atendido e, por isso, não considera esperar mais pelo pedido.

Essa situação hipotética pode tranquilamente acontecer em um horário de pico e deixar seus clientes desapontados a ponto de mudar os planos.

Por outro lado, o cardápio digital torna ágil e orgânica essa função, já que está mais perto do consumidor do que nunca, possibilitando, consequentemente, o aumento do ticket médio do restaurante.

5.  Simplificação e otimização de tarefas

Todos os pontos explanados anteriormente reforçam este último motivo para implementar um cardápio digital no seu restaurante.

Essa tecnologia pode ser considerada uma ferramenta de simplificação e otimização das tarefas de um estabelecimento alimentício, principalmente no que diz respeito ao seu atendimento e organização de sua cozinha.

A matemática é simples: quanto maior for a otimização das tarefas do seu estabelecimento, maior será a redução de custos e, por consequência, a margem de lucro do seu negócio.

Quais são os tipos de cardápio digital?

São cinco os principais tipos de cardápio digital no mercado:

  • cardápio digital em tablet;
  • menu por QR Code;
  • board menu;
  • cardápio virtual; e
  • aplicativo de cardápio.

Pensando em ajudar você a escolher o melhor modelo para o seu restaurante, elencamos as funcionalidades de cada um deles para que você possa escolher com tranquilidade.

Confira!

Cardápio Digital em Tablet

Um dos modelos mais comuns e benéficos dessa lista é o cardápio digital em tablet, principalmente quando integrado ao sistema de gestão do estabelecimento.

Nesse caso, o menu do restaurante é disponibilizado em um tablet disposto nas mesas do estabelecimento. Através dele, o consumidor pode acessar as opções, realizar o pedido, chamar o garçom e, ainda, pagar sua conta.

Cardápio Digital por QR Code

Essa última ferramenta funciona a partir da leitura de um código QR Code que contém o menu do estabelecimento.

Assim, ao chegar no restaurante, o cliente abre a câmera do celular, aponta para o código disponível na mesa, escaneia o seu código e tem acesso instantâneo ao cardápio do local.

Além disso, dependendo do sistema contratado, o cliente visualiza o cardápio digital por QR Code do estabelecimento, escolhe o pedido e fecha a conta diretamente do próprio celular.

Board Menu Digital

É o cardápio utilizado pelas principais redes de fast-food, sendo caracterizado pelas telas digitais dispostas lado a lado, expondo o menu do dia.

Pela proporção de seu design, esse tipo de cardápio serve um propósito diferente e menos interativo e, por essa mesma razão, deve ser utilizado em restaurantes que possuem características semelhantes ao modelo fast-food.

Cardápio Virtual

Ele tem como objetivo baratear os benefícios de um menu digital, embora não proporcione a maioria das funcionalidades encontradas em outros modelos de cardápio que possuem praticamente a mesma finalidade.

Essa modalidade consiste em disponibilizar, publicamente, o menu do restaurante em uma rede social do negócio a qual o cliente possui acesso, como o Facebook, Instagram e Whatsapp Business.

Esse tipo de cardápio é ideal para a função delivery, apesar de não ser considerado a melhor opção para acesso local.

Aplicativo de Cardápio Digital

Esse modelo de cardápio digital exige o download de um aplicativo para consulta do menu do estabelecimento, sendo necessário que o cliente tenha um aparelho celular e mantenha o aplicativo instalado no dispositivo, o que geralmente não é o caso.

Além disso, esse tipo de menu digital ocupa espaço de armazenamento no celular do cliente, o que pode ser um problema para quem não possui muita memória disponível no aparelho.

Qual tipo de cardápio digital é o melhor?

Para concentrar todos os benefícios do menu eletrônico, a nossa sugestão é que você invista em um cardápio digital em tablet ou QR Code, ambos conectados ao sistema de gestão da empresa.

A família de produtos da OiMenu, por exemplo, é um reflexo da contemporaneidade, praticidade e economia que a maioria dos estabelecimentos procura.

Afinal de contas, o cardápio digital OiMenu encanta sua clientela, reduz suas despesas e potencializa suas vendas.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o OiMenu

Saber mais