Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o oimenu

Food Porn: o que é e como funciona essa técnica

Se você já se deparou com uma imagem farta de comidas deliciosas na internet e desejou muito poder comê-las, você já foi atraído pela técnica de food porn. Conheça mais sobre essa estratégia.

Compartilhe

Food porn

Food porn é um termo frequentemente usado na internet, principalmente nas redes sociais. O seu sentido é completamente positivo, propondo a ideia de comida atraente e desejável, sendo também uma ótima estratégia de marketing fotográfico.

Sabe quando você vê uma fotografia de um hambúrguer com o pão bem douradinho, o queijo derretido sobre duas camadas apetitosas de carne suculenta e uma alface bem verde, acompanhado de uma enorme porção de batatas fritas com cheddar e um refrigerante em um copo trincando de tão gelado?

Ou quando surge o vídeo de alguém na sala de casa no maior conforto do mundo pegando da caixa aquele pedaço enorme de pizza com muito queijo, tanto que puxa, puxa e ele continua esticando até dar uma deliciosa mordida? Tudo que você sente ao ver (ou até mesmo imaginar) essas cenas é food porn.

É a partir da virtualização do prazer de comer que surge o desejo nos consumidores ao ver uma fotografia ou vídeo de comida no estilo food porn. Quer aprender a usar essa técnica no seu negócio? Continue com a gente!

O que é food porn

Nada mais é do que uma foto ou um vídeo de uma comida exposta de forma exagerada, capaz de, instantaneamente, gerar desejo e abrir o apetite de quem está vendo. Essa estratégia de marketing deve criar estímulos sensoriais que precisam permear todo o alimento apelando para os sentidos do consumidor.

Antigamente, o food porn era mais associado a alimentos de alto teor calórico, gordurosos e doces como hambúrgueres, pizzas, milk shakes, sorvetes e bolos, porém, essa representação já é passado.

Hoje em dia, a técnica é uma forma de simplesmente atrair clientes de forma apelativa. Ou seja, não existem restrições para fazer uso do estilo, que pode divulgar pratos saudáveis, exóticos, leves, livres de crueldade, sem glúten, lactose ou carboidrato.

E não pense que somente grandes negócios ou restaurantes sofisticados devem usar e abusar do food porn, viu? Todo restaurante tem o seu público e deve tentar tornar as suas refeições e bebidas as mais atraentes possíveis, da coxinha ao escargot.

Como atrair clientes usando food porn

As imagens devem transmitir e gerar sensações através de ingredientes, cenários, cores e composições, além de se preocupar com as formas de segurar o alimento ou os talheres e copos nas fotos.

O consumidor, ao ver uma foto ou vídeo, deseja ser quem está podendo provar aquele prato ou bebida. Ele quer, literalmente, lamber a tela. Abaixo, trouxemos dicas de como estimular os sentidos e inovar com fotografias food porn.

1.  Contrate um fotógrafo especializado em gastronomia

Sabemos que este pode ser um investimento mais “salgado”, mas vale a pena se você quiser conquistar sua clientela “pelo olho” e fazer com que os consumidores babem nas delícias que você oferece no seu negócio.

Hoje em dia, você encontra fotógrafos que são especializados em fotografia de comida e sabem bons truques para fazer com que o seu produto pareça tão apetitoso quanto é em frente às câmeras. Afinal, o trabalho envolve o tratamento das fotos, filtros e edição especial para atrair consumidores, viu?

2.  Apele para os sentidos do consumidor nos conteúdos que produzir

Para além da imagem em si, você pode pedir ao responsável pelas fotos para incluir alguns itens que fazem da técnica de food porn a estratégia desejável que ela é. O segredo para isso é, na verdade, envolver os sentidos sensoriais do consumidor.

Você pode apelar, por exemplo, por edições que deixem seus produtos ainda mais crocantes e suculentos. Sabe aquele hambúrguer com pão cervejinha que chega a estalar na boca de tão crocante? Pois é!

Além disso, elementos visuais que lembrem o cheiro da comida também são bem-vindos, viu? Que tal incluir na sua foto aquela fumacinha saindo de um prato de lasanha, mostrando que ela acabou de sair do forno? É de salivar, não é mesmo?

E que tal, para acompanhar seu hambúrguer suculento, um copo de refrigerante beeeeem gelado? Todos esses elementos apelativos são responsáveis por despertar no seu cliente o desejo de consumir no seu restaurante.

3.  Aposte nas plataformas de vídeo

As redes sociais estão cada vez mais programadas para divulgar conteúdos em vídeo e esse é um ótimo motivo para você investir mais em mídias audiovisuais. Afinal, só um clipe de 15 segundos de um hambúrguer suculento, crocante e quentinho fazendo um “crec” na boca pode despertar mais vontade do que uma foto bem editada, não é mesmo?

Isso porque o vídeo prova ao consumidor que aquela é uma imagem real do produto e o vídeo ainda ativa o sentido da audição por conta dos sons.

Inclusive, existe bastante gente faturando no YouTube com vídeos de ASMR (sigla em inglês para Resposta Sensorial Autônoma do Meridiano), técnica que consiste em utilizar um super microfone que capta ruídos com excelência. Você pode encontrar por aí vídeos de pessoas cortando cebola e preparando comida, mas sabe por que esses vídeos são tão populares?

Porque eles remetem a uma lembrança, a um som que lembra um cheiro e até mesmo àquela comida gostosa. Então que tal investir em uma produção como essa para instigar seus consumidores? Vale começar o material preparando o prato principal do seu negócio e terminando com alguém experimentando ele, por exemplo.

Agora que você tem em mãos uma forma de mexer com os cinco sentidos do seu consumidor, use todas elas em conjunto e será fácil produzir conteúdos food porn para o seu restaurante, lanchonete, confeitaria ou bar. Lembre-se que todo negócio pode tornar o seu produto irresistível, capriche na produção!

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o oimenu

Saber mais