Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o oimenu

Crescimento do delivery no Brasil em 2021

Com o aumento nas demandas desde 2020, o serviço de delivery mostra que veio para ficar. Confira as principais estatísticas de crescimento e as cinco melhores opções de aplicativos.

Compartilhe

Crescimento delivery brasil

Não é de hoje que o crescimento do delivery no Brasil vem sendo notório. Com a pandemia no último ano e medidas restritivas mais severas no País, o delivery se destacou no mercado, mudando completamente o formato de atuação das empresas e oferecendo opções que vão além do tradicional fast-food.

O avanço da Covid-19 teve como medida de contenção o isolamento social, isso levou muitos restaurantes e lanchonetes a optarem pela entrega, diminuindo a capacidade do atendimento presencial.

O mercado de delivery, que antes já se mostrava promissor, agora é a principal escolha entre consumidores e empreendedores que desejam fazer parte da indústria de food service.

Quer saber quais são os aplicativos de delivery com maior potencial para ampliar o seu negócio? Vem com a gente!

Quanto cresceu o mercado de delivery

De acordo com a Statista, empresa especializada em dados de mercado e consumidores, o Brasil foi responsável por 48,77% do uso do delivery na América Latina em 2020 e estima um giro global trilionário até dezembro de 2021.

Houve também um aumento significativo em pedidos que vão além do fast-food, como frutas e vegetais, segundo análise feita pelo Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde (NUPENS) da Universidade de São Paulo (USP), para esse grupo de alimentos, o aumento no consumo por entregas é de 44,6%.

Estudos apontam que 47% dos estabelecimentos adotaram novos canais de vendas, sendo o comércio pelo telefone e WhatsApp os mais empregados, com 71% e 63% de índice de uso, respectivamente, e os aplicativos de entrega ficam com 39%, segundo o Instituto Locomotiva.

O gasto do brasileiro com delivery também subiu 187% entre o início e o final de 2020, conforme análise de dados feita pela Mobills. O aumento no setor se dá pelo serviço de entrega por meio de aplicativos.

O estudo contou com dados de cerca de 46 mil usuários que gastaram, em média, R$ 100 mensais com a plataforma Rappi, empresa que registrou o maior número de consumo do mercado de delivery.

Quantos aplicativos de delivery existem

Só no Brasil, já estão registrados mais de 250 aplicativos de delivery, sem contar os diversos projetos que estão sendo desenvolvidos por aí.

Com a ampla variedade de restaurantes e lanchonetes que aderiram ao método de entrega por aplicativo, é difícil escolher apenas um queridinho do mercado de delivery. Isso se dá pela grande diversidade de opções que surgiram diante da pandemia, levando pequenos empreendedores a se filiarem.

Assim, com o pedido a um clique de distância, fica mais fácil ganhar reconhecimento de novos clientes e gerar lucros mesmo em tempos tão difíceis. Por isso, confira quais as principais plataformas de entrega no Brasil.

5 principais aplicativos de delivery no Brasil

1.  iFood

De acordo com uma coleta de dados realizada pela Veja no primeiro semestre de 2021, o iFood chegou a 5 mil parceiros entre mercados, conveniências, pet shops e farmácias, totalizando mais de 300 cidades brasileiras - um crescimento de 418% em relação ao mês de março de 2020.

2.  UberEats

Com atividade em 24 países e em mais de 500 cidades brasileiras, a companhia conta com mais de 1 milhão de motoristas e entregadores no Brasil. O UberEats mantém uma taxa fixa de entrega em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, podendo cobrar um valor extra conforme o horário e a região onde o pedido for feito.

3.  Rappi

Segundo a Folha, o Rappi é o aplicativo de delivery que melhor se adaptou à pandemia, trabalhando com vendas por atacado, pet shop, farmácia e afins. Dentro do aplicativo, é possível encontrar a categoria “Qualquer Coisa”, que vai de levar um documento ao cartório a pedir para que o entregador busque as chaves no escritório.

4.  AiQFome

A plataforma que existe há mais de 10 anos conta com 2 milhões de usuários e atua de Sudeste a Nordeste em cidades pequenas, longe das capitais. Sem cobrar taxa de adesão, os restaurantes costumam vender os pratos pelo mesmo valor aplicado nos estabelecimentos físicos.

5.  Deliway

Diferentemente dos aplicativos citados acima, o Deliway é uma plataforma responsiva, ou seja, sem necessidade de um aplicativo, pois os clientes podem acessar os cardápios de restaurantes através de um link.

Além disso, enquanto outros aplicativos cobram cerca de 16% para tornar o estabelecimento conveniado, o Deliway cobra apenas uma taxa de 5%, sendo a melhor plataforma em custo-benefício.

Futuro do delivery

Mais do que um serviço de entrega, o delivery é um marco no giro da economia durante a pandemia, isso porque o sistema conta com um amplo número de vantagens como:

  • métodos de pagamento via aplicativo;
  • base de dados chamativa que oferece cupons de descontos aos clientes;
  • possibilidade de retirar o pedido no estabelecimento físico; e
  • opções de combos para família e amigos.

Além de tudo, para alternativas sustentáveis, alguns restaurantes têm focado em embalagens biodegradáveis que protegem e conservam os alimentos durante a viagem.

Na administração de um restaurante de delivery, é através de estratégia de investimento em novas tecnologias que abraçam as demandas tanto de consumidores quanto de entregadores e restaurantes que o crescimento do modelo é garantido, já que a flexibilização e adaptação andam de mãos dadas com a qualidade.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o oimenu

Saber mais