Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o oimenu

Como o cardápio digital se diferencia de outras soluções para restaurante

Existe muita confusão quando se fala de cardápio digital, chama garçom, comanda eletrônica, aplicativo para garçom… são sistemas diferentes, mas fáceis de confundir. Entenda aqui como o cardápio digital se diferencia de todos os outros.

Compartilhe
sistema para restaurante

Existem muitas diferenças entre os vários sistemas para restaurante, algumas sutis, outras nem tanto, mas o suficiente para causar confusão em alguns casos. Afinal, como um cardápio digital como o nosso se diferencia de outras sistemas como comanda eletrônica ou chama garçom?

Vamos comparar cada um para não ficar nenhuma dúvida:

Cardápio digital X Aplicativo para garçom

O aplicativo de garçom também pode ser considerado um tipo de comanda eletrônica (sobre a qual vamos falar em seguida). Trata-se de um aplicativo para celular ou tablet que fica com o garçom. Na prática o cliente senta na mesa e escolhe seu pedido através de um cardápio de papel comum, e para efetivar o pedido, chama o garçom que então anota cada item no aplicativo em seu celular ou tablet.

Ou seja, o aplicativo só serve para substituir a comanda de papel, e nada mais – o garçom ainda precisa ir até a mesa e anotar o pedido corretamente com o cliente, o que não economiza tempo.

A diferença é que o cardápio digital é um tablet que fica na mesa com o cliente. Ou seja, assim que sentar o cliente já tem acesso ao cardápio inteiro e pode pedir assim que estiver pronto, sem esperar pelo garçom. No decorrer da estadia, caso queiram pedir mais (e geralmente é o caso quando há um cardápio digital na mesa), basta pedir – o pedido sempre vai direto dali para a cozinha.

Esse método é muito mais eficaz, pois libera pressão na equipe de garçons e agiliza o atendimento, já que o cliente pode pedir assim que chegar e o pedido chega na cozinha sem erros, pois foi o próprio cliente quem fez.

Cardápio digital X App para o cliente

aplicativo para garçom

Essa é uma das soluções modernas mais complicadas e inconvenientes no mercado. Vamos explicar: essa alternativa trata-se de um aplicativo de cardápio digital que precisa ser baixada pelo cliente em seu celular para que possa ser usado.

Isso leva à uma série de problemas:

  • O cliente precisa ter um celular carregado e com espaço livre para baixar o app;
  • A internet do seu restaurante precisa estar funcionando para baixar o app;
  • A versão do celular precisa ser compatível com o app;
  • A bateria do celular pode acabar durante a estadia, dificultando o processo de fazer um simples pedido;

E além dos problemas citados acima, há a questão da distração. Afinal, mesmo que nenhum desses problemas ocorram, o celular ainda é um dispositivo lotado de funções que acabam distraindo o consumidor.

Como o tablet com cardápio digital fica sempre na mesa e só pode ser usado como cardápio, clientes tem muito mais chances de realizar novos pedidos sem distrações externas, o que por sua vez, aumenta seu ticket médio.

Cardápio digital X Chama garçom

Assim como o aplicativo para garçom, o chama garçom resolve apenas uma parte do problema – mas ainda assim, pode ser extremamente útil em locais de alto movimento.

Trata-se de um botão que fica na mesa e pode ser pressionado quando o cliente precisa de um garçom. O garçom é notificado através de um monitor ou relógio de pulso qual o número da mesa que pressionou o botão e pode se dirigir até lá.

Em situações onde a casa está cheia e há muita movimentação, um sistema assim pode ajudar, pois evita aquela situação em que o cliente precisa procurar por um garçom que esteja olhando em sua direção para chamá-lo. Basta pressionar o botão e aguardar.

Porém, o processo do pedido permanece o mesmo: o garçom chega na mesa, anota o pedido, e leva até a cozinha. Não há nenhuma melhora nesse sentido.

Enquanto isso, o cardápio digital torna esse sistema supérfluo – o garçom não precisa ser chamado porque o método de realizar o pedido já está com o cliente. Cabe ao garçom somente levar o pedido pronto até a mesa.

Já escrevemos em detalhes sobre a diferença entre cardápio digital e chama garçom.

Cardápio digital X Comanda eletrônica

cardápio digital

A comanda eletrônica visa substituir a típica comanda de papel, ainda usada em muitos restaurantes. Em quase todos os casos, há uma melhoria no tempo de atendimento, mas depende do sistema.

Por exemplo, alguns sistemas de comanda eletrônica funcionam em conjunto com o aplicativo para garçom. Ou seja, o garçom vai até a mesa, anota o pedido em um celular ou tablet, e a “comanda” em si não existe – basta ao cliente dizer qual o número de sua mesa e o pedido estará no sistema.

Para o nosso sistema, juntamos o melhor dos dois mundos. Ao chegar no restaurante, o cliente ganha um cartão com QR-code que será sua comanda individual – ou seja, cada cliente ganha uma. Isso facilita muito na hora de pagar porque cada cliente, mesmo que esteja em grupo, pode lançar apenas o que quiser em sua comanda.

Na hora de confirmar o pedido, o cliente simplesmente mostra o QR-code para a câmera do tablet e pronto, o pedido está feito. Para pagar, basta apresentar sua comanda no caixa e estará tudo lá. Logo, mesmo em grandes grupos, cada um pode pagar exatamente o que pediu sem confusão.

Resumindo, a comanda eletrônica em si não é um sistema de autoatendimento. O cardápio digital, sim – e este inclui uma comanda eletrônica.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o oimenu

Saber mais