12 Truques no cardápio que aumentam suas vendas

Quantas maneiras de montar um cardápio você conhece? Existem vários truques psicológicos que fazem o design do cardápio aumentar o lucro do seu restaurante!

Você já se deparou com um cardápio que te fez ficar absolutamente hipnotizado? Com uma sequência de comidas tão deliciosa que você nem sequer se dá o trabalho de olhar os preços?

Então deixa eu te contar:

Essa é justamente a maneira que ele foi projetado para você reagir! E isso não é apenas uma questão de estética do cardápio. Há tempo e pesquisas investidos para fazer com que o cardápio para restaurantes seja um meio de melhorar o índice de vendas do estabelecimento.

E como isso acontece?

Você vai descobrir agora! Vamos falar sobre 12 truques psicológicos que podem ser utilizados para montar um cardápio que são tanto simples quanto eficientes para aumentar a lucratividade do seu negócio.

1. Menos é mais

cardápio para restaurante

Um cardápio bem projetado terá um número limitado de escolhas em cada categoria. Estudos provam que quanto mais opções você dá ao consumidor, maior ansiedade ele sentirá na hora de escolher. Então, manter o cardápio simples irá fazer com que eles escolham com mais tranquilidade e mais rapidamente.

2. Tamanhos de porções secretos

Muitos restaurantes escondem o tamanho das suas porções como um segredo. Quando eles oferecem uma meia porção ou uma porção prato-feito, a intenção é que a quantidade realmente seja vaga. Isso acontece porque, dessa maneira, abre uma margem para o restaurante conseguir brincar com os preços. Por exemplo, a meia porção é tipicamente de preço ligeiramente maior para fazer com que o cliente peça a porção inteira.

3. Usar espaço negativo

Nossos olhos são naturalmente atraídos para áreas de espaço negativo, onde fica a descrição dos itens.

Por causa disso, a dica aqui é:

Coloque itens mais caros dentro de um quadrado ou de um grande espaço negativo! Utilizar essa tática de design irá atrair o olhar do cliente e tornar mais provável que um item de maior valor seja pedido.

4. Caixa de destaques

Da mesma maneira, outra coisa que você também pode fazer é utilizar uma caixa de destaque nesse espaço negativo mencionado no ponto anterior para dar ainda mais atenção ao produto. Quando há algum produto específico que o restaurante precisa vender (ou algum item mais caro), a caixa de destaque é a melhor maneira de chamar atenção para o item.  E claro, a descrição mais elaborada também vai ajudar bastante a aumentar as vendas!

5. Descrição = qualidade

E falando em descrição, é importante falar que quanto melhor um restaurante descrever um item, melhor se torna a experiência do cliente com a comida! Palavras têm um grande impacto em como o cliente percebe toda a experiência de comer fora. Pense num caso de bolo de chocolate, por exemplo. Se ele for descrito como “bolo de chocolate aveludado” no cardápio ao invés de apenas “bolo de chocolate”, isso automaticamente aumenta o desejo de consumir esse item simplesmente porque soa tão mais delicioso!

6. Lembranças de família

Um truque psicológico bastante comum que também tem relação com a linguagem é provocar um sentimento de nostalgia quando nomeando um item no menu. Os clientes são mais propensos a pedir uma “Empada de Galinha da Vovó” do que uma “Empada de Galinha do João”, apenas porque os faz lembrar de uma acolhedora memória de infância.

7. Truques de linguagem

tipos de cardápio

Além disso, usar palavras culturais para pratos específicos pode fazê-los parecer de mais qualidade. Por exemplo, nomear um prato de “Blanco Queso y Carne” soa muito mais apetitoso do que “Queijo Branco com Carne”. Utilizar-se de certo tempo e planejamento para plenamente envolver o restaurante na cultura proposta com certeza terá bastante impacto.

Viu como a maneira como você escreve o seu cardápio faz a diferença? Uma dica extra para você: não se apresse para deixar os cardápios prontos. O investimento do seu tempo com certeza irá compensar quando esses pequenos truques trouxerem grandes lucros para o seu restaurante. Ainda mais se você investir em um cardápio digital!

8. Utilize o canto superior direito

O canto superior direito de qualquer cardápio é onde você quer colocar os itens mais procurados. As pessoas esperam que aperitivos, sopas e saladas estejam no canto superior esquerdo. Portanto, quando um cliente está faminto, ele irá automaticamente procurar pelo canto superior direito. Nós não temos uma resposta muito específica do porquê isso acontece, porém os restaurantes podem facilmente usar isso como um benefício para lucrar mais ao posicionar itens de maior valor naquele cantinho.

9. Precificação Agrupada

Em menus mais antigos, você verá uma linha pontilhada indicando o final da página onde o preço está localizado. Isso, na verdade, permite ao cliente escolher a opção mais barata com maior facilidade. Ao invés de utilizar essa tática ultrapassada, os restaurantes de sucesso agora estão usando o preço diretamente após a descrição do produto. Isso coloca o foco dos consumidores no item ao invés de ficar comparando preços.

10. Utilização do cifrão

Seguindo uma lógica similar, usar o cifrão no preço faz o cliente lembrar, mesmo que inconscientemente, que eles estão gastando dinheiro. Então, ao invés de listar um item por “R$12,00”, utilize apenas “12”. Isso coloca o foco de volta na comida, e não no preço.

11. Itens distrativos

design cardápio

Para distrair o cliente, os restaurantes normalmente oferecem um item caro no meio de outros mais baratos para que pareçam opções mais acessíveis e uma compra melhor. Não são muitas pessoas que irão pedir um filé Wagyu de R$100,00, mas é garantido que isso irá fazer uma costela de R$60,00 parecer mais razoável, não é mesmo?

12. Aumento no preço de vinhos

Geralmente, a maioria das pessoas não quer gastar muito em uma garrafa de vinho quando elas jantam fora. Contudo, os clientes também não querem parecer pão-duros ao beber um vinho barato. Aumentar o preço do segundo vinho menos caro do restaurante é uma prática comum em muitos estabelecimentos. Isso permite ao cliente sentir que está adquirindo um produto de maior qualidade e o seu negócio atinge uma margem de lucro maior com o tal vinho.

Como você pode ver, são alguns pequenos truques que qualquer restaurante pode implementar para montar um cardápio que garante a satisfação do cliente e a lucratividade do restaurante. O melhor modelo de cardápio que você pode utilizar hoje é, sem dúvida alguma, o cardápio digital. Não apenas porque você consegue facilmente aplicar todos esses truques nele, mas também porque o design desse cardápio é extremamente prático e intuitivo, fazendo com que os clientes queiram consumir mais automaticamente! É um investimento que você com certeza deve considerar para aumentar o lucro do seu restaurante e a satisfação dos seus clientes.

O que você achou do post?

2 Respostas

Deixe seu comentário