Como montar um cardápio de pizzaria perfeito em 5 passos

Entenda como um cardápio bem pensado, de acordo com a tradicional culinária italiana, poderá atrair os mais variados tipos de consumidores para dentro da sua pizzaria.

Em todas as pizzarias, para quem as administra, uma das maiores vantagens é a infinita possibilidade de criar receitas. A massa é como uma tela em branco, em que os ingredientes completam a obra. Assim, basta usar a criatividade e inovar nas combinações para criar um cardápio perfeito.

São muitos os tipos de pizzaria: rodízio, a la carte, napolitana, individual. A gama é enorme até mesmo para pensar na operação do restaurante. Assim, juntamos, nesta matéria, algumas dicas que vão fazer você incrementar o seu cardápio, caso já possua uma pizzaria, ou a montar o primeiro cardápio, caso esteja começando a montagem do seu negócio por agora.

1. Pensar no estilo

cardápio de pizzaria

A primeira coisa a se fazer, para montar um cardápio perfeito, é definir qual o estilo da sua pizzaria: vai vender em fatias, em tamanhos gigantes, quantos sabores por redonda? Vai ser individual, a la carte, por rodízio?

Uma vez definido o estilo, que vai influenciar, diretamente, tanto na construção do cardápio quanto na operação e administração do seu negócio, você deve ter em mente que é um prato de origem italiana.

Portanto, alguns ingredientes não poderão nunca faltar: tomate, muçarela, trigo. Apesar de existir uma gama de estilos de pizzaria, algumas coisas sempre serão comuns entre todas as pizzarias do mundo. Afinal de contas, o estilo pode ser qualquer um, mas o produto é quase uma das maravilhas do mundo, tombado, de conhecimento geral.

2. Poucos ingredientes

Definido o estilo, o que afetará diretamente o cardápio e operação, é hora de pensar nos ingredientes. No tópico anterior, percebemos que algumas coisas não vão mudar nunca, independentemente de qual seja o tipo de pizzaria em funcionamento. Assim, como se trata de um prato italiano, podemos pensar como pensam os italianos, para facilitar as escolhas que teremos que fazer.

O que queremos dizer, com isso, é que na Itália as receitas mais tradicionais e antigas, que sobreviveram centenas de anos e atravessaram os oceanos, espalhando-se pelo mundo, são aquelas que contam com pouquíssimos ingredientes, mas os melhores. Quer um exemplo que não seja a pizza? Pois bem, vamos analisar o conhecidíssimo molho carbonara: pancetta (ou bacon), ovos e queijo. Viu? Apenas três ingredientes.

Quer uma receita exemplo para pizza? A tradicionalíssima margherita é um exemplo: molho de tomate, muçarela de búfala e manjericão. Feito com os melhores ingredientes que você conseguir. Pronto, agora com um pouco de técnica de cozinha, é só colocar a mão na massa e preparar muitas redondas para agradar aos seus clientes.

3. Ingredientes selecionados

montar cardápio de pizzaria

Receitas definidas com a mentalidade dos verdadeiros pizzaiolos italianos, é hora de pensar em como oferecer para o seu cliente, o melhor produto possível, que será feito com os melhores insumos. Um ponto é importante a ser levantado: não pense que estamos querendo que você importe produtos da Itália e que, consequentemente, isso encareceria seus custos. Ao contrário, seguindo a mesma linha de raciocínio dos italianos, os melhores ingredientes são sempre os frescos e produzidos localmente, pois garantem a qualidade. Ou seja: pesquise fornecedores locais, preocupados com os insumos produzidos.

E lembre-se de apontar a qualidade dos seus ingredientes no cardápio: com um cardápio digital, por exemplo, há a possibilidade de que os seus clientes fiquem sabendo de cada detalhe, de cada receita, o que agregará, certamente, valor para o seu produto. Além do mais você  pode estar desenvolvendo novas receitas e testando a aceitação dos seus clientes sem a necessidade imprimir novos cardápios, pois o cardápio digital é totalmente interativo.

4. Brasilidade

Falando em localidade, estamos escrevendo este texto no Brasil, pensando que a maioria dos leitores da matéria são empresários do nosso País. Assim, como mencionado no tópico anterior, uma das brincadeiras que dá para fazer com a massa da pizza é, além de garantir os melhores ingredientes para receitas clássicas italianas, agregar produtos bem brasileiros e inusitados no cardápio.

Dá para fazer pizza doce de queijo com goiabada, carne seca com queijo coalho e assim por diante. Analise o público do seu estabelecimento juntamente com o estilo de pizzaria que você possui, assim é mais fácil de acertar as receitas de pizza com produtos tipicamente brasileiros. Se preferir, faça pesquisa com os clientes, afinal, eles são consumidores reais. Garantir sabores inusitados e diferenciados, celebrando a cultura brasileira, é outro fator a agregar no valor do seu produto.

E, conhecendo bem quais receitas sairão mais, você evita inventar um montão de coisas à toa no cardápio, correndo o risco de ocorrer desperdícios por conta de produtos parados e vencidos nos estoques.

5. Receitas inusitadas: a pizza fusion

pizza fatia cardápio

Misturamos ingredientes brasileiros na pizza italiana, certo? Mas saiba que, como a massa é a tela em branco, podemos, portanto, misturar receitas do mundo todo nos discos. Sim, a celebrada culinária fusion, ou seja, que faz uma fusão com elementos de muitas culturas diferentes numa única receita, poderá ser aplicada aqui também. Você conseguirá atrair a atenção de clientes que amam pizza, mas já estão cansados de provar sempre os mesmos sabores.

É interessante brincar com receitas e a internet poderá te ajudar a inventar umas bem saborosas: que tal um queijo brie (francês) com a abobrinha italiana? Esta é uma combinação suave, fusion e que agrada aos paladares mais exigentes – e pode ser servida em qualquer tipo de pizzaria da sua preferencia, do rodízio ao a la carte.

Esperamos que, com esta matéria, você tenha tido a dimensão de como montar um cardápio perfeito para o seu estabelecimento, começando pela definição do estilo do seu restaurante e passando por um pensamento italiano para garantir as melhores receitas, das tradicionais às brasileiras e fusion, o que importa é ter todas as opções no cardápio. E tê-las garantindo os melhores ingredientes possíveis. Esta é uma maneira infalível de atingir muitos consumidores num único estabelecimento: o seu.

O que você achou do post?

7 Respostas

Deixe seu comentário