9 dicas para montar um cardápio chamativo

Buscando inspiração para deixar seu cardápio mais atraente para seus clientes? Nós temos várias dicas para deixar seu cardápio chamativo e vender mais!

Compartilhe

Cardápio chamativo

Se você ainda vê o cardápio do seu restaurante apenas como uma lista em que seus clientes encontram os pratos, precisa mudar essa visão o quanto antes. Quando bem estruturado, o cardápio pode ajudar diretamente nas suas vendas, garantindo e até mesmo aumentando o seu faturamento!

Entender o comportamento do consumidor também é um fator muito importante na hora de criar um cardápio chamativo para o público-alvo do seu restaurante.

Para ajudar você a começar, listamos algumas dicas de como montar um cardápio, pensando, inclusive, em teorias psicológicas, que nos fazem entender melhor como o próprio cérebro funciona. Confira:

1.  Fotos chamativas

Para um cardápio chamativo, nada melhor do que mostrar fotos chamativas dos seus produtos. Mas como fazer isso?

Aposte em fotos de boa qualidade, se possível contrate um fotógrafo. Mostre mais de uma posição dos pratos e procure usar imagens que “gerem fome”, ou seja, que abram o apetite de quem está vendo, por mostrar ingredientes especiais e suculência, por exemplo.

Também quanto mais vívida for a foto, com cor e precisão da representação, mais ela vai incentivar a compra. Porém, não exagere: prefira uma estética mais limpa sempre, pois muitas imagens podem dar a impressão de que a comida é barata ou até mesmo confundir o cliente.

Se o orçamento estiver apertado, você também pode usar sites gratuitos de fotos de comida para deixar o seu cardápio mais convidativo, mas nunca menospreze o poder de apresentar boas fotos.

2.  Destaque os itens de maior valor

Precificar os itens do seu cardápio também merece atenção. Mesmo que não seja o carro-chefe do seu restaurante, inclua os itens mais caros primeiro ou no topo do cardápio. Isso porque depois de ver um valor mais alto, ao encontrar os demais valores, mais baixos, os pratos seguintes parecem ter um valor mais razoável para o consumidor.

Ao mesmo tempo, aquele prato mais caro parece ter alguma sofisticação extra, se comparado aos demais - e provavelmente tem mesmo -, o que também pode fazer seu cliente pagar mais, por desejar um prato que, pelo valor, deve ter mais para entregar.

Evidenciar logo de cara os preços mais altos ajuda os clientes a fazerem essas relações de forma mais imediata.

3.  Ofereça opções limitadas

Existe uma teoria psicológica chamada "paradoxo da escolha". Ela diz que quanto maior é o número de opções que alguém tem, maior é a ansiedade. Por isso, um bom número para o seu cardápio, para evitar isso, é oferecer sete opções por categoria.

Quando existem mais de sete itens, o consumidor pode ficar confuso, além de sentir-se oprimido. E em meio à confusão, as pessoas tendem a consumir apenas aquilo que já conhecem e você pode estar deixando de vender o seu mix de produtos por não limitar um pouco o que tem para oferecer.

4.  Pense na configuração dos preços também

Falando em números, essa é uma técnica bem clichê, mas muito válida: a não ser que você queira vender maior sofisticação com números redondos como R$ 25,00 ou R$ 25 ou apenas 25 - uma opção mais clean -, adotar os centavos sempre é uma boa ideia.

Isso porque R$ 25,90 sempre vai ser mais atrativo que R$ 26 na cabeça do consumidor.

5.  Escolha bem as cores

Se é para chamar a atenção, as cores também são essenciais, não é mesmo? Você com certeza perdeu um bom e importante tempo escolhendo as cores para o seu restaurante.

Segundo especialistas em psicologia das cores, vermelho abre o apetite e amarelo é uma das cores mais chamativas. Você pode combinar essas cores, como o Mcdonald 's faz, ou encontrar outras combinações que tenham a ver com a sua marca e chamem atenção também.

Apenas não ignore o poder que as cores têm para um cardápio chamativo, sem medo de apostar em cores diferentes, como o caso do vermelho e do amarelo, já que mais de um tipo de cor ajuda a criar sentimentos e comportamentos motivacionais nas pessoas, que podem contribuir para a compra acontecer.

6.  Um pouco de poesia sempre cai bem

As descrições do seu cardápio também são importantes para torná-lo chamativo. Além de buscar escrever sem erros ortográficos, é importante que suas descrições dos pratos não sejam apenas meras descrições, dizendo os ingredientes de cada um.

Dê um toque de poesia e torne tudo mais atraente: em vez de “sorvete de flocos”, por que não usar “sorvete de flocos com gotas de chocolate que derretem na boca”?

7.  Ative a emoção

Ainda falando dos textos, você já ouviu falar em comfort food? O termo do inglês significa algo como “comida afetiva”. É quando associamos os pratos a uma experiência emocional, como a comida de vó.

Você pode usar esse discurso nos textos que falam dos seus pratos, fazendo os clientes ficarem com vontade de viver a experiência prometida para aquele prato. Por exemplo: “gostinho do Nordeste” ou “toque do chef”. Aguce a curiosidade do seu público com frases que dão vontade não apenas de saborear, mas experienciar o prato.

8.  Aposte na modernidade

Já pensou que o seu cardápio não precisa ser de papel? Hoje em dia já existem diversas opções de cardápio digital, o que facilita o atendimento dos seus clientes e também contribui para que você evite gastos com papel ou reimpressões, por exemplo, cada vez que precisa atualizar o cardápio, seja algum item, preço ou imagem.

Além do mais, ter o seu cardápio no formato digital pode ser muito atrativo para seus consumidores, que se sentirão em um ambiente moderno e contarão com mais agilidade para serem atendidos, já que podem realizar o pedido e até mesmo o pagamento quando quiserem, sem precisar chamar ou esperar pelo garçom.

9.  Invista na diversidade

Você consegue atender a variedade de necessidades alimentares que seus clientes podem ter? Oferecer um cardápio com opções de pratos veganos e vegetarianos, para celíacos, pessoas intolerantes à lactose e alérgicas, pode ser uma ótima forma de incrementar as suas vendas.

Nem sempre as pessoas de grupos especiais encontram o que procuram na concorrência. Fazê-las sentirem-se acolhidas no seu estabelecimento pode gerar não só a compra como a recompra, fidelizando clientes.

Viu só, quantas dicas interessantes? Esperamos que elas possam fazer a diferença, deixando seu cardápio chamativo!

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o OiMenu

Saber mais