Entenda a importância de atualizar o cardápio do seu restaurante

Agradar os clientes e não sofrer prejuízo é ótimo para os negócios, por isso conheça três dicas que ajudarão você a saber a hora certa de atualizar o cardápio do seu restaurante!

Engenharia de Cardápio

O cardápio é a vitrine do seu restaurante. É onde está descrito o que você oferece e é a forma de estabelecer o primeiro contato entre o cliente e o que ele irá consumir.

Quando pensamos na elaboração do cardápio para o restaurante, pretendemos que ele ofereça opções, sugira combinações e traga todas as informações necessárias de descrição do prato para ajudar o cliente no momento da escolha, certo?

Também é preciso lembrar da importância de atualizar o cardápio através de novos pratos para acompanhar as tendências do mercado e apresentar novidades aos consumidores, além de evitar prejuízos oferecendo preços que condizem com os custos do estabelecimento.

Mas se você tem dúvida de quando deve atualizar o cardápio do restaurante, não se preocupe, preparamos algumas dicas que podem te auxiliar nessa tarefa!

Vamos conhecê-las?

1.  Analise periodicamente a ficha técnica do restaurante

Em primeiro lugar, você sabe o que é a ficha técnica? Caso não saiba ou apenas não recorde muito bem, vamos resumir!

A ficha técnica é uma planilha que contém todas as informações do cardápio. Contempla cada ingrediente e produto que você precisa ter no restaurante, juntamente com custos, fornecedores e seus contatos, modo e tempo de preparo de cada prato, indicações de como armazenar itens, entre outras notas que podem ser relevantes no seu estabelecimento.

Bom, analisar a ficha técnica fará com que você saiba quais produtos mais saem da sua cozinha e como andam os seus custos. Conforme a ficha tiver valores de fornecedores atualizados de forma significativa, é hora de alterar o cardápio também.

Ela ajudará igualmente a saber quais ingredientes são mais utilizados, auxiliando no conhecimento de pratos que são mais e menos consumidos no restaurante, deixando a preferência dos clientes mais clara.

2.  Utilize a engenharia de cardápio

A engenharia do cardápio é uma ferramenta criada por pesquisadores da Universidade de Michigan em 1980.

A ferramenta é uma análise dos itens que mais vendem em seu restaurante e em quais horários determinados pratos são vendidos.

Filtrar essas informações ajudará na adaptação de pratos de menor saída em horários de grande fluxo para melhorar a experiência de variedade do cliente.

Se for um jantar, talvez prefira algo mais leve; já no caso do almoço, ele precisará enfrentar o resto do dia e poderá optar por algo mais equilibrado e que produza energia.

Conforme o horário da refeição, o cliente irá adequar o prato às suas necessidades. O seu cardápio deve ser balanceado e fornecer esse tipo de opção.

3.  Ouça a opinião dos seus clientes

A opinião do cliente é fundamental. Sempre que possível ouça as sugestões para o cardápio do restaurante agradá-los ainda mais!

E a melhor maneira de saber se os consumidores estão gostando do seu menu, é através das pesquisas de avaliação.

Essas pesquisas podem ser feitas através da avaliação com formulários junto ao caixa, pequenos questionários impressos no momento de levar a conta ao cliente, caixas de sugestões, enquetes online em redes sociais, entre outros meios.

Além do cardápio, essa pesquisa pode contribuir com a melhora de diversos setores do restaurante, ajudando o seu negócio a fazer ainda mais sucesso!

Afinal, quando atualizar o cardápio?

Não existe uma regra de mudança de cardápio, prazo de validade ou data exata, mas indica-se fazer alguma alteração nos pratos ou preços, pelo menos, duas vezes ao ano.

Essa mudança ocorre principalmente porque os produtos do mercado alimentício aumentam o valor e, consequentemente, os preços do cardápio do restaurante não suprem mais os custos da produção.

Também há uma forma de saber se o cardápio não agrada mais os clientes, observando as sobras nos pratos. Se atente a quais alimentos estão ficando de lado na refeição.

É legal reparar nos tamanhos das porções do mesmo modo, assim você consegue ajustar quais devem ser aumentadas, reduzidas ou eliminadas de vez dos pratos.

E se possui em seu restaurante um cardápio digital, essa mudança é mais fácil ainda. Toda alteração de pratos, suas características, fotografias e preços podem ser feitas por você, de forma rápida e instantânea.

Com essas dicas você mantém o cardápio atualizado, o interesse dos clientes no seu restaurante, aumenta a demanda por oferecer um bom menu e não corre o risco de prejuízos.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas
O que você achou do post?

3 Respostas

Deixe seu comentário