O design de uma cozinha faz uma diferença enorme na hora da produção em massa de restaurantes. Se em casa, ao cozinhar uma simples refeição para si mesmo você às vezes já pensa em maneiras de como poderia facilitar a sua vida, você deve imaginar como se dá a vida em uma cozinha industrial, certo?

Se você já é um dono de restaurante e está procurando maneiras de tornar a sua equipe de cozinheiros mais eficiente, o design da cozinha também será uma ótima maneira de fazer isso. Afinal, em um espaço mal desenhado é bastante provável que os funcionários se atrapalhem com frequência e o trabalho com fogo e facas se torna bem mais perigoso do que deveria. O que também nos leva a outro ponto: a sua cozinha precisa seguir um padrão de segurança!

Para entender mais sobre os designs de cozinha de restaurante que você pode utilizar, qual utilizar e como isso irá melhorar a produtividade do seu estabelecimento nós trouxemos várias informações sobre os estilos de cozinha mais usados atualmente. Continue lendo para conferir e fazer o seu planejamento para garantir uma cozinha otimizada e que traz à equipe um espaço seguro e eficiente para trabalhar!

Design em ilha

cozinha de restaurante

Um design em ilha consiste em uma cozinha toda encostada nas paredes e uma ilha centralizada, essa que pode conter um balcão extra, assim como fogões, fornos, ou mesmo pias - o modo de utilização também irá depender das necessidades do seu restaurante.

Para conseguir aplicar esse design em sua cozinha, é essencial que esta seja grande e que sobre espaço para todos se movimentarem ao redor. De outra maneira, não irá compensar apertar todos os seus cozinheiros em corredores pequenos. Inclusive, este layout funciona melhor em cozinhas quadradas, mas nada impede que você faça adaptações para enquadrar em outros formatos e tamanhos de cozinha.

Apenas lembre de fazer um bom planejamento e ver se é realmente disso que a sua cozinha precisa.

Esse layout é bastante aberto e ótimo para melhorar a comunicação e supervisão dos funcionários dentro da cozinha. Também acaba sendo bem prático de realizar a limpeza do local após utilização.

Design em zonas

cozinha de restaurante pequeno

Não tem mistério nesse tipo de layout: a cozinha do seu restaurante será divida em zonas de trabalho com todos os equipamentos e utensílios necessários já estabelecidos em cada uma. Por exemplo, uma estação de cortes já conta com o conjunto de facas e tábuas/superfícies de cortes. Semelhante à ideia do layout de ilha, esse design também é bastante aberto e prático para comunicação e supervisão, porém sem a ilha. Esse design é ótimo para evitar colisões entre funcionários e funções específicas!

São montados blocos separados com os equipamentos na parede e seguindo as seções de acordo com as necessidades do seu restaurante, dentre estes podendo conter estações para:

  • Máquina de lavar louças
  • Estoque
  • Preparação de ingredientes
  • Cozinhar
  • Assar
  • Fritar
  • Etc.

Faça uma boa análise para entender o processo da sua cozinha e monte o layout de maneira que o fluxo de produção aconteça sem dificuldades. Além disso, você deve prestar atenção ao design particular de cada estação, tornando-as o mais práticas possíveis. Novamente com o exemplo de uma seção para cortes: mantenha as facas dispostas em um suporte de fácil acesso para que o cozinheiro não precise ficar constantemente abrindo e fechando gavetas.

Design linha de montagem

cozinha de restaurante linha de montagem

Esse design é próprio para restaurantes que precisam fazer uma grande quantidade de produtos iguais (e rapidamente), tais como cafeterias, pizzarias e restaurantes fast food. Mas claro, é possível utilizá-lo em outros tipos de restaurante também. Trata-se de uma extensa bancada que começa com o preparo do ingrediente, passando para o preparo de comidas quentes, à montagem do prato e estação de serviços.

Já a estação para lavar as louças, assim como as áreas de estoque ficam localizadas atrás da linha de montagem. Desta maneira, ninguém se atrapalha, a produção permanece higienizada e tudo fica bastante organizado, criando maior eficiência e fluxo de trabalho.

O que considerar para montar sua cozinha

Cada estabelecimento tem seu próprio estilo e maneira de trabalhar, então é indispensável considerar isso no planejamento da sua cozinha de restaurante. Estabeleça quais são os principais passos da sua produção e de que maneira é possível facilitar e otimizar os preparos, você precisa pensar em coisas como:

  • Regulamento: Na verdade, antes de começar a fazer qualquer mudança na cozinha do restaurante, confira todas os regulamentos, autorizações e diretrizes de segurança que você pode vir a precisar. Podem haver regras específicas para a distância entre comida e estoque, como instalar equipamentos, etc. Primeiro consiga essas informações e depois trabalhe na planta para a sua reforma. Afinal, você com certeza quer evitar ter seu estabelecimento multado (ou mesmo fechado) por não estar dentro do regulamento apropriado.
  • Tamanho e espaço: Não apenas o espaço da cozinha, mas o total de área que você tem para o estabelecimento inteiro. A sua cozinha deveria ocupar cerca de 40% da área total do restaurante, então se isso não acontece atualmente, considere fazer uma reforma um pouco maior no local para adaptar o novo layout da sua cozinha.
  • Necessidades do restaurante: Pense nos equipamentos, na quantidade (e tipo) de comida servida, o tipo de estoque que terá o restaurante (comidas perecíveis, não-perecíveis, bebidas, etc.), quantas pessoas estarão dentro da cozinha, entre outros fatores.
  • Ergonomia: Obviamente, você quer que a equipe seja o mais eficiente possível e um design ergonômico de cozinha vai fazer toda a diferença. Certifique-se de que nenhum funcionário precise se movimentar muito para fazer seu trabalho e que eles não precisem ficar carregando equipamentos/utensílios pesados através da cozinha. O local de armazenamento dos itens utilizados é tão importante quanto o das comidas.
  • Limpeza: Essencial para toda e qualquer cozinha, a estação de limpeza precisa de pias, máquinas e escorredores para lavar toda a louça que inevitavelmente será utilizada. A área de lavagem é melhor localizada quando perto da entrada da cozinha, onde os atendentes podem facilmente deixar as louças sujas e a área de secagem perto do estoque onde os cozinheiros podem facilmente achar e usar louças limpas.
  • Estoque: Pense o seu estoque de maneira que louças, comidas perecíveis, comidas não-perecíveis e produtos de limpeza fiquem todos separados entre si.
  • Ventilação: A ventilação com certeza já será pensada quando o regulamento for conferido, mas é um ponto bem importante que vale a pena ser ressaltado. Sempre há regras nos regulamentos que ajudam a indicar as melhores indicações para tornar a cozinha mais segura, evitando fumaça dentro da cozinha e mesmo do restaurante.
  • Conservação: Os materiais utilizados também fazem a diferença na qualidade da cozinha do restaurante. Então, para saber como manter uma cozinha bem conservada, pesquise mais sobre os melhores materiais para trabalhar com o tipo de comida do seu restaurante. O layout irá ajudar, mas ele não faz todo o trabalho sozinho!

Agora que você já sabe o que considerar e quais os modelos de cozinha mais utilizados para produções em massa dentro de restaurantes, você pode se sentir mais seguro e confortável para fazer uma escolha. Lembre de planejar bem antes de começar os projetos e sempre trabalhe com profissionais!