Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o oimenu

6 Tipos de controle que o seu restaurante deve ter

Para que o seu restaurante seja um sucesso, existem seis setores que demandam mais cuidados e atenção na hora de gerir o seu negócio. Conheça os seis principais tipos de controle que todo restaurante precisa ter!

Compartilhe

Controle restaurante

Tanto a elaboração quanto a manutenção do controle do seu restaurante não são tarefas fáceis, mas são de grande importância. Com a gestão, é possível controlar o funcionamento do seu negócio e é exatamente por isso que esta atividade necessita atenção.

A abertura e o fechamento dos caixas ajuda a controlar a entrada e saída financeiras e o controle de estoque pode evitar prejuízos e desperdícios.

Além disso, metas de vendas, gerenciamento de pedidos e mesas são apenas alguns dos itens obrigatórios se o que você deseja é crescer no mercado.

Para ajudá-lo a melhorar ainda mais na administração do seu empreendimento, vamos apresentar os seis principais controles que um restaurante pode (e deve!) ter para obter maiores chances de sucesso.

1.  Controle de estoque

Para conseguir manter o controle do seu estoque, é necessário saber quais itens são os que mais vendem e, com isso, o que não pode faltar na hora de montar um prato ou drink.

Evitar constrangimentos com os seus clientes é bom, mas evitar o desperdício também é muito significativo.

Você não deve apenas saber o que comprar para manter um bom estoque, mas se atentar às validades dos insumos para não jogar nada fora e nem oferecer produtos de má qualidade ao seu cliente.

Saber a procedência, composições, comparar valores e qualidades são, também, aspectos importantes na hora de preparar o seu estoque.

Lembre-se de contar com um local ideal e organizado para o armazenamento dos seus produtos, separando-os em categorias e subcategorias. Isso pode ajudar na hora da execução dos pratos.

2.  Controle de vendas

Para conseguir um efetivo controle de vendas, é importante registrar todas as informações, tais como:

  • produto vendido;
  • adicionais em pratos;
  • formas de pagamento;
  • data e horário das vendas.

Com essas informações, você descobre o que é mais vendido, quais adicionais são a preferência dos clientes, qual período do dia há mais movimentação, entre outras coisas que podem ajudar a gerar estratégias de venda e beneficiar o seu negócio.

3.  Controle de pedidos

O controle de pedidos começa com o garçom, que necessita ser atento e organizado, pois precisa entender o que o cliente deseja e anotar de forma clara, para que a cozinha compreenda.

O mesmo rigor deve ser mantido entre os cozinheiros e demais operadores da cozinha, para evitar atrasos de pedidos ou erros, como passar um pedido na frente de outro, gerando atrasos desnecessários e frustração para o cliente.

4.  Controle de mesas do restaurante

Manter as mesas sempre limpas e numeradas, com certeza é significativo. Saber onde o pedido foi feito e o local para o qual deve ser levado é essencial no momento de cativar o seu cliente e não o deixar esperando.

Nada pior do que estar em um momento de tranquilidade, com a família ou amigos, e precisar ir atrás de garçom por conta de atrasos ou esquecimentos, não é mesmo?

5.  Controle de atendimento

O atendimento é uma das chaves de qualquer negócio. Um ambiente em que se é recebido com educação e atenção é sempre visto como um local de qualidade.

Manter o treinamento dos seus funcionários em dia e motivar a equipe a prestar bons serviços é muito importante para manter a excelência do seu negócio.

Por exemplo: é preciso que os atendentes e garçons possuam conhecimento do cardápio, consigam fazer sugestões e auxiliar a clientela, além de passar segurança.

6.  Controle de fechamento de caixa

Ao final do expediente, provavelmente você irá conferir o faturamento do estabelecimento. Para isso, deve haver um controle de tudo que entrou e saiu do seu restaurante.

Pratos, bebidas, adicionais e demais taxas devem estar salvos e resultar no retorno de dinheiro em caixa ou cupons fiscais de cartões.

Por isso, é importante possuir controle de fechamento de caixa e conferir com atenção as vendas e cobranças, evitando erros que podem acarretar em prejuízos.

Uma alternativa que salva

Se pararmos para refletir, a gestão de um restaurante demanda inúmeras tarefas que parecem ser assustadoras.

Utilizar planilhas e papéis, de forma manual, atualmente, mais atrapalha do que ajuda, pois podem facilmente ser editados ou perdidos.

Porém, hoje, o mercado oferta um produto que pode estar auxiliando e automatizando todas as burocracias de controle citadas acima, você sabia?

Há no mercado sistemas de software para restaurantes que salvam dados e evitam erros, servindo de amparo para reduzir despesas e aumentar as suas vendas.

Um software de gestão consegue reunir informações sobre o fluxo de caixa, finanças e, até mesmo, de estoque.

Além disso, na busca por aprimorar o atendimento e reduzir gastos e possíveis erros, vale lembrar que também existem os sistemas de cardápio digital, através dos quais o próprio cliente pode escolher e realizar o seu pedido, por conta própria.

Se você ainda não conhece esse método para modernizar o seu negócio, deixe um comentário aqui que podemos tirar todas as suas dúvidas sobre as maneiras de otimizar o seu tempo e melhorar ainda mais o espaço para seus clientes.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

E-book enviado com sucesso!

Agora você pode ler este e-book sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o oimenu

Saber mais