Deliway

7 dicas para maximizar a lucratividade com a Precificação de Cardápio

Estipular os preço dos pratos e bebidas do seu restaurante talvez possa parecer algo difícil no começo, no entanto existem algumas dicas que podem te ajudar a precificar de forma justa o seu produto e aumentar sua lucratividade.

Precificação de cardápio

Quando você começa a pensar na maneira em que deve estipular o preço do seu serviço e produto, milhares de dúvidas começam a surgir.

Mas não se preocupe: é bem simples de entender o processo de precificação de cardápio, visando o aumento do lucro e sendo justo com o seu cliente. Sim: é possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo, porém requer um pouco mais de atenção e cuidado.

Vamos começar pelo lado básico do assunto e, para você entender como determinar o preço de cada prato, você precisa, primeiramente, ter em mãos algumas respostas.

Por exemplo: você sabe qual o valor do ticket médio do seu restaurante? Calma, se você não sabe, nós podemos te ajudar com essa questão, também.

O ticket médio é o indicador que fornece o valor médio de vendas por cliente e, para conhecer o valor dele, no seu restaurante, você precisa fazer um cálculo bem simples: basta dividir o valor do faturamento pelo número de vendas por cliente.

Depois que você conseguir essa média, você consegue analisar melhor seus custos e, consequentemente, os seus lucros, ajudando e - muito! - no momento da definição dos preços dos produtos.

Além disso, saiba que aumentar o ticket médio é possível e é algo que está ligado, também, às dicas de como precificar corretamente seu cardápio.

Precificação de Cardápio

No momento em que você começar a pensar em como precificar os alimentos e as bebidas, tenha em mente que você precisa ponderar alguns pontos, além do valor que seu restaurante gasta para criar cada prato, ou seja, seu custo.

Junto com o preço de cada serviço e/ou produto que seu restaurante oferece, deve estar somado o preço que você gasta com a compra dos alimentos, com o salário dos funcionários, aluguel, utensílios, luz, água, e todos os demais gastos, também.

Claro que o preço deve ser justo e estar dentro das expectativas dos clientes. Para isso, você pode fazer uma pequena pesquisa de mercado e dar uma olhada, no quanto seu concorrente cobra pelo mesmo serviço que você oferece - mas é preciso manter em mente que cada restaurante funciona de um jeito e tem seus próprios custos, despesas e lucros.

No entanto, essa pesquisa de mercado serve para você ter uma base. Conseguindo estes números, você precisa saber qual prato que leva mais tempo para ser produzido e custa mais caro, bem como qual prato é mais barato para seu restaurante.

Essa é uma maneira de balancear os valores e não apresentar preços muito divergentes, no seu cardápio.

Na hora de colocar na ponta do lápis os seus gastos com a preparação de cada prato, aproveite para elaborar uma ficha técnica e deixar documentado, para sempre, as informações levantadas.

Para tal, leve em conta alguns quesitos, visando diminuir seus custos e aumentar seus lucros, como, por exemplo:

Mantenha sempre um bom controle de estoque

Para diminuir os custos do seu restaurante, uma boa gestão de estoque dos seus insumos ajuda na hora de economizar - o que vai impactar diretamente o preço final, apresentado para o seu cliente.

Afinal, é mais barato comprar em grandes quantidades do que sair cada vez que faltar um produto na cozinha. Para facilitar ainda mais, tenha uma lista de bons fornecedores locais, que vendam produtos de qualidade e mais baratos.

Controle o desperdício

Converse com o chefe de cozinha sobre os pratos que seu restaurante oferece, para que o cardápio seja construído de forma prática e saborosa, pois é excelente montar um cardápio com pratos parecidos que levem o mesmo tipo de molho na base da receita, por exemplo.

Essa é uma maneira de evitar os desperdícios com os alimentos, aumentando sua lucratividade.

Serviços terceirizados

Além dos alimentos, você também precisa comprar outros itens para seu estabelecimento, tais como: guardanapos, papéis toalhas, bebidas e muito mais.

E, seguindo a mesma regra dos alimentos, você precisa encontrar bons fornecedores.

Se você está se perguntando em como precificar as bebidas, saiba que você precisa colocar uma margem de lucro em cima do valor que você compra que esteja dentro dos preços praticados pelo mercado.

Além disso, você pode considerar a sua própria clientela, que varia de acordo com cada estabelecimento. O que queremos dizer é que, se você tem um público que não se importa em pagar um pouquinho a mais por um ou outro item, em relação à sua concorrência, não há nada de errado em precificar com base nisso.

Contudo, isso é uma informação mais sutil, que somente estando perto da operação e atendimento, você conseguirá captar. Se precisar, realize algumas pesquisas com o seu próprio cliente. Ninguém melhor do que ele para te ajudar a entender.

Agora que você já levou em conta seus custos, saiba como aumentar a lucratividade do seu restaurante com 7 dicas rápidas e que estão totalmente ligadas à precificação do seu cardápio:

Ambiente

Um ambiente bem decorado ajuda na hora de precificar seus produtos, afinal todo mundo gosta de comer em um lugar bacana e muita gente não se importa em pagar um pouco a mais por esse conforto e experiência.

Apresentação

A apresentação do prato também conta bastante na hora de aumentar os preços (e, consequentemente, o lucro) baseado nos preços do cardápio.

Clientela

Analisar os clientes que você recebe no seu estabelecimento auxilia na hora de montar os preços e de aumentar seu lucro.

Com um simples estudo, como já mencionamos acima, focando no seu público alvo, você consegue entender melhor os pratos favoritos, analisando o custo do prato e a margem de lucro daquela refeição.

Controle

Manter o controle de custos, desperdícios e de estoque permite com que você consiga melhorar os preços para superar as expectativas do seu cliente e, ainda, obter uma boa lucratividade.

Cardápio

Além dos preços, um cardápio bem elaborado, com fotos atrativas e boas descrições, acrescentam na hora do cliente se sentir satisfeito com o estabelecimento.

Afinal, nada melhor do que chegar em um restaurante e ter a certeza de que tudo foi pensado e organizado com muito carinho a atenção. Vale a pena cada centavo gasto no restaurante!

Tecnologia

Claro que não poderia faltar esta dica: vivemos em uma era tecnológica e, quanto mais tecnologia um estabelecimento oferece, maior é o número de clientes a procurá-lo, afinal de contas todo mundo adora ficar conectado!

Dito isso, optar por um cardápio digital, pode ser um grande diferencial na hora de aumentar suas vendas.

Todas as áreas de um restaurante estão interligadas e, por isso, é preciso prestar atenção em cada detalhe, para apresentar aos seus clientes algum diferencial à altura grandes restaurantes.

Dobrar as vendas e os lucros do seu restaurante fica fácil quando você oferece produtos e um ambiente de qualidade.

O preço dos alimentos se torna apenas um detalhe quando o cliente se sente seguro, confortável e bem atendido.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário
Demostração gratuita