Deliway

Maître: o que é e qual é sua função?

É comum confundir o serviço do maître com o garçom e algumas vezes até com o do gerente, porém, suas funções diferem bastante. Entenda mais neste guia que preparamos sobre a profissão.

O que é maitre

Diferente do gerente, que é responsável por todo o restaurante, incluindo a cozinha e o controle dos mantimentos, o maître é responsável apenas pelo salão. É ele quem cuida do trabalho dos garçons, inclusive.

Sua função é preservar o bom atendimento e supervisionar a maneira como os pratos são servidos, além de cuidar dos horários em que os pedidos são realizados e levados à mesa.

Contudo, essa não é uma profissão comum, ou seja, não são todos os restaurantes que possuem um maître à disposição dos clientes.

O que é maître de restaurante?

De origem francesa, a palavra maître significa mestre, isto é, alguém cujas ordens devem ser seguidas, a fim de que a organização e o respeito prevaleça.

O objetivo principal dessa profissão é cuidar da satisfação dos clientes. Por isso, além de controlar todo o salão cuidando para que tudo ocorra perfeitamente, o maître deve conversar com os consumidores.

Também é ele quem recebe as críticas e os elogios do serviço que está sendo oferecido e, justamente por ter tanta responsabilidade sobre os ombros, são eles que decidem quem serve qual mesa.

Qual a função de um maître em um restaurante?

Para entender melhor o que faz o maître de restaurante, saiba que é ele quem cuida de todos os serviços de relação pública do restaurante. Ou seja, geralmente são esses profissionais os responsáveis pela escolha do cardápio junto ao chef, assim como a escolha dos vinhos e das demais bebidas.

Afinal, por estarem diretamente ligados aos clientes, eles precisam conhecer detalhadamente o menu do restaurante, entendendo as combinações e as harmonizações entre comidas e bebidas, podendo aconselhar a clientela em seus pedidos de maneira segura e muito eficiente.

Pode-se dizer que as suas funções de uma maneira geral são:

  • organizar os pedidos, controlando o tempo de preparo e o tempo para servir;
  • cuidar das normas de etiqueta do estabelecimento;
  • saber harmonizar as bebidas com os pratos do menu;
  • administrar a quantidade de garçons na casa, mantendo o equilíbrio para que nenhuma mesa fique sem atendimento;
  • cuidar com extrema delicadeza dos clientes e garantir a satisfação de cada um;
  • receber e administrar os elogios e as críticas, contornando os problemas de forma elegante e sutil;
  • recepcionar os clientes de maneira que nenhum permaneça em pé, esperando por uma mesa por um longo período;
  • conversar e organizar com o chef do restaurante o cardápio que será oferecido aos clientes, pois o maître possui uma ligação direta com o consumidor final, o que faz com que ele tenha ótimas dicas do que foi bem aceito ou não no salão;
  • treinar os garçons sobre as regras básicas para servir cada tipo de serviço;
  • cobrar limpeza do salão e dos demais espaços físicos; e
  • checar a vestimenta de cada funcionário para que, além da elegância, o restaurante se mantenha atento às normas de higiene.

O gerente, por sua vez, fica responsável pelas finanças, pelo controle de estoque, contratação de profissionais e manutenções gerais, ou seja, setores divergentes aos do maître.

Deu para perceber a diferença entre o maître e o gerente do estabelecimento, não é mesmo? E quanto aos garçons?

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Qual a diferença de maître e garçom?

Ao decorrer do artigo, explicamos e pontuamos as funções do maître. Agora que você já conhece essa profissão, entenda quais as características que o diferenciam de um garçom.

Garçom

  • anota os pedidos;
  • serve os pratos e as bebidas;
  • é comum em quase todos os estabelecimentos;
  • recolhe a mesa e cuida da limpeza enquanto há clientes; e
  • é responsável pela ordem das bebidas quando essas requerem preparos.

Maître

  • não deve retirar ou preparar mesas;
  • é um profissional de alto padrão;
  • não tem como função servir os clientes;
  • trabalha com o atendimento, recepção de clientes e apresentação do menu;
  • colhe o feedback dos consumidores;
  • estabelece a ordem no salão; e
  • fica responsável pelos funcionários e pelo trabalho a ser feito durante o período de funcionamento.

É fácil perceber a diferença entre as profissões, afinal, as funções são bem distintas.

No entanto, pode-se dizer que um profissional completa o outro e que a união do trabalho de ambos proporciona uma experiência incrível aos clientes.

O que é preciso para ser um bom maître?

Por ser aquele que mantém contato direto com os clientes e com os funcionários, é fundamental que ele seja uma pessoa capacitada. Isto é, para ser um bom profissional, é aconselhável ter diplomas na área de Gestão de Pessoas, Administração ou Gestão de Empresas.

Isso porque um bom profissional do ramo precisa saber lidar com as pessoas e como gerenciar o espaço de trabalho de maneira harmônica.

É importante que o profissional conheça e domine outras línguas, principalmente o inglês, para que seja possível recepcionar e atender turistas estrangeiros.

Existe ainda um outro curso profissionalizante disponível em algumas instituições EAD, como o SENAC, para quem quiser se especializar na profissão de maître.

Lembre-se de que não basta somente ter graduações, é fundamental que um bom profissional tenha extrema educação, elegância e sutileza para resolver problemas e dialogar com os clientes e colegas de trabalho.

Quanto ganha um maître de restaurante no Brasil?

Não existe uma base salarial para essa profissão, por isso o valor mensal pode variar de acordo com os restaurantes, cidades e de acordo com a capacitação e experiência do profissional.

Em estados com maior número de turistas e restaurantes de classe alta, o salário de maître pode ser relativamente mais alto quando comparado a cidades menores e com pouca movimentação de turistas.

No estado do Rio de Janeiro, por exemplo, um profissional desse segmento pode ganhar em média R$ 2 mil por mês (valor encontrado em cidades menores do estado).

É preciso acrescentar que esse salário está livre das gorjetas, que costumam ser significativas quando vindas de turistas estrangeiros.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário
CONHEÇA O OIMENU