Deliway

Como abrir uma temakeria?

Conhecer a cultura japonesa, o que são temakis e como montá-los já é meio caminho andado para abrir uma temakeria. Confira a outra metade do caminho para investir com segurança no ramo.

Como abrir tamakeria

Um dos lanches mais famosos do Japão é o temaki, ou seja, um sushi tradicionalmente preparado com arroz, peixe e legumes, que é enrolado em alga e tem formato de cone.

Apesar da culinária japonesa ter sofrido algumas alterações quanto aos ingredientes originais, ela atingiu o seu objetivo e foi muito bem aceita no nosso País, tornando-se uma das culinárias preferidas dos brasileiros.

Considerado um estilo fast food japonês, existem estabelecimentos especializados no preparo dessa comida, que são chamados temakerias. E a ideia de abrir uma temakeria pode ser interessante, pois há uma demanda crescente para lanches rápidos e saudáveis no Brasil.

Para começar, é preciso pensar estrategicamente, pois ela é uma culinária mais difícil de ser aceita por todos os consumidores, é preciso pensar na demanda da sua região. Além disso, é importante considerar, como já falamos, que é um tipo de refeição rápida.

Se somarmos esses dois aspectos, podemos pensar em atender com rapidez, mas que também se pode oferecer outros pratos relacionados à cultura japonesa, a fim de fazer seus clientes ficarem mais tempo e, quem sabe, aumentar a base de clientes que vão em grupos.

Passo a passo: como abrir uma temakeria

Abrir um negócio no ramo alimentício ou em qualquer ramo, de maneira geral, exige planejamento antes de começar a tomar as decisões, pois, dessa maneira, os riscos serão minimizados.

Você pode até pensar em conseguir ajuda de alguma consultoria, mas aí vai da sua experiência e segurança, além de saber se está disposto a pagar pelo serviço.

Comece com um plano de negócios

O plano de negócios envolve listar todos os aspectos do seu restaurante, assim como os serviços e produtos que o restaurante vai fornecer, tais como:

  • como vai ser o cardápio;
  • quais vão ser as opções oferecidas no menu;
  • como vai ser a decoração oriental do seu restaurante (e quanto você pretende gastar nesse quesito);
  • quais os investimentos necessários;
  • qual a expectativa do retorno de investimento;
  • qual o público-alvo (lembra que falamos em analisar o público da sua região?).

Esse é o momento de pensar em todos os detalhes. Juntamente do plano de negócios, é necessário realizar uma pesquisa de mercado, ou seja, analisar o público que deseja atender, procurar entender o negócios dos concorrentes e saber quais os fornecedores disponíveis.

A partir disso, a escolha do local, a montagem da estrutura e dos equipamentos vêm naturalmente. Mas, lembre-se também de incluir nesse planejamento todas as documentações e autorizações exigidas, antes de começar a montar seu negócio.

Tudo que você precisa para abrir uma temakeria

Além desses passos iniciais, o que mais você precisa para abrir uma temakeria? Algumas dicas interessantes que podem ser bem prestativas são, por exemplo, pensar nas adaptações regionais, como opções de sushi com frutas e até mesmo de chocolate cremoso.

Isso quer dizer usar os ingredientes brasileiros para criar novos recheios para o temaki. Você pode inovar com temakis doces e salgados, pois trabalhar com essa variedade e receitas exclusivas com certeza vai ser um diferencial em relação aos concorrentes.

Considere oferecer algumas opções vegetarianas e sirva temakis que sejam focados em uma alimentação saudável, algo que combina muito bem com esse conceito. Afinal, quem não adora uma comidinha rápida, saudável e com qualidade?

Pense, também, em incluir uma variedade de bebidas, quem sabe até mesmo misturar drinks orientais com drinks brasileiros, pois é preciso manter o cardápio de drinks sempre atualizado e bem variado.

Como uma das tendências para 2020 é a sustentabilidade, trabalhe com isso na sua temakeria também. Pense em maneiras de fazer reciclagem, usar copos e canudos de papel para as bebidas e até permitir que o cliente traga o copo ou o canudo de casa. Ideias simples para adaptar seu negócio nessa onda.

Claro que, para ter um bom funcionamento, é necessário pensar em todo o processo produtivo. Isto é, organizar a questão da operação, incluindo:

  • determinar o horário de funcionamento;
  • programa de compras;
  • armazenagem e controle de estoque adequados.

Divulgação e interação digital

Uma coisa que é vital em qualquer negócio hoje em dia é a presença online. Atualmente, se você não está na internet é como se nem existisse.

Então, desde o começo, já comece a planejar e pensar em uma imagem digital e crie site, blog, e contas nas principais redes sociais - como o Facebook e o Instagram.

Estar na internet também é um bom meio para estar sempre ligado nas novidades e tendências do setor alimentício, afinal, todo mundo adora postar uma novidade, além de divulgar as suas próprias novidades para os seus clientes!

Mas, ainda mais do que isso, as redes sociais são bastante interativas e permitem ao restaurante trabalhar com pesquisas de satisfação online e até mesmo com caixas de sugestão, em versões mais modernas.

Além de que também podem ser um bom canal para trabalhar com o delivery de temakis, o que é extremamente essencial nos dias de hoje, para aumentar o faturamento e atingir mais público ainda.

O planejamento de uma temakeria não difere tanto de outros tipos de restaurantes, então se você já estava nesse ramo, basta aprender mais sobre a cultura japonesa e ter algum conhecimento de como montar um restaurante japonês, além de treinar seus cozinheiros para trabalharem com esse produto.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário