Deliway

5 dicas para abrir uma cafeteria de sucesso

Quer descobrir como abrir uma cafeteria? Preste atenção nestas dicas especiais que trouxemos para você!

Abrir uma cafeteria

Abrir uma cafeteria pode ser uma ótima opção de negócio. E, considerando que o mercado do café tem crescido muito, a ABIC fornece anualmente ótimas dicas para obter sucesso nesse ramo.

O mercado brasileiro de cafeterias está ocupando o segundo lugar no ranking mundial no quesito expansão e consumo, perdendo a primeira posição para os Estados Unidos.

A ABIC é a Associação Brasileira da Indústria do Café e no site deles você encontra informações importantes, como pesquisas de mercado e gráficos de crescimento desse segmento.

Por exemplo, uma pesquisa da ABIC revelou que o consumo da bebida teve um aumento extraordinário nos últimos 8 anos. E a procura por consumir o famoso cafezinho, fora de casa, cresceu igualitariamente.

O que é necessário para abrir uma cafeteria?

Em relação ao espaço, não é necessário algo grandioso, na verdade, esta é uma das vantagens para abrir uma cafeteria: a pouca necessidade por espaço.

A diversidade na localização e na decoração desses ambientes é que conquista o cliente. Existem até cafeterias temáticas, você sabia disso?

Se o tamanho não é o principal fator, o que uma cafeteria precisa ter para obter sucesso no mundo alimentício? Veja só!

1.  Infraestrutura da cafeteria

O tamanho não é a questão principal, mas o ambiente e a localização são cruciais para o sucesso. Por isso, é bem possível montar uma cafeteria pequena!

Os clientes tendem a consumir mais, quando o ambiente é confortável, aconchegante e bem decorado. Por isso, opte por um ambiente bem iluminado, ventilado e disponha além de mesas e cadeiras bem distribuídas, permitindo espaço para locomoção.

Uma ideia bacana é disponibilizar alguns sofás pequenos, para momentos de descontração de turmas de amigos.

Mesas com entrada para carregadores de celulares e computadores, além de tomadas, são dicas importantes, para que os clientes possam trabalhar ou estudar enquanto consomem um bom café.

Além disso, seu estabelecimento precisa contar com:

  • cozinha;
  • recepção;
  • banheiros;
  • estoque; e
  • escritório financeiro.

Por último, avalie o ponto onde você quer abrir seu negócio, considerando de que precisa ser uma área movimentada ou que atraia o público-alvo certo para o seu estabelecimento.

2.  Equipe para cafeterias

Para que tudo funcione como o esperado, é necessário montar uma equipe de profissionais competentes e bem treinada para cada setor operacional, como:

  • atendente/barista;
  • auxiliar de cozinha;
  • atendentes de mesa;
  • cozinheiros;
  • caixa; e
  • serviços gerais.

É preciso ressaltar que estes profissionais fazem parte do que se considera um time de colaboradores ideal, porém, caso seu estabelecimento possua porte maior, você poderá contratar um gerente, operadores de caixa, repositores e outros cargos.

Sempre leve em conta o tamanho do seu negócio, antes de efetuar contratações, pois sua equipe deve ser formada por um número enxuto de colaboradores, para conter seus custos.

3.  Equipamentos para cafeterias

De acordo com os serviços que você vai oferecer, é preciso possuir os equipamentos essenciais. Por exemplo, caso sua cafeteria disponibilize a opção de café moído na hora, é necessário que sua empresa possua um moedor.

Entre outros exemplos, lembre-se de que o menu de serviços deve ser elaborado de acordo com o ambiente do seu estabelecimento.

E só disponibilize no cardápio aquilo que você conseguirá servir, sem prometer o que não pode cumprir, ok?! A credibilidade e a seriedade do local são marcas registradas de qualquer empreendimento de sucesso.

Além disso, é interessante oferecer novas opções tecnológicas para atrair e fidelizar seus clientes, disponibilizando, por exemplo, o menu em cardápio digital.

Desta forma, o número de atendentes pode ser reduzido, aumentando a lucratividade do seu negócio enquanto aumenta o consumo do cliente, que pode fazer o seu pedido a qualquer momento, sem a necessidade de ficar esperando para ser atendido.

O consumidor consegue efetuar um novo pedido sempre que quiser, o qual será enviado diretamente para a cozinha, evitando esperas, erros de anotações ou confusões cometidas por humanos.

Sem contar que um cardápio digital melhora a imagem da sua cafeteria, pois você conseguirá caprichar nas descrições de cada café, lanche, drink e sobremesas.

4.  Qualidade dos produtos para cafeterias

A qualidade do café deve ser seu maior cuidado, afinal de contas os clientes procuram seu estabelecimento justamente por isso.

Então, capriche nas pesquisas de mercado, busque por cafés de qualidade, produtos variados, nacionais e internacionais. Pesquise pela safra, pelas famílias que plantam e produzem o produto consumido pela sua cafeteria.

Além disso, procure possibilitar várias opções de preparos de café, tais como:

  • cappuccino;
  • espresso; e
  • latte.

Assim como formas diferentes de servir: moídos, coados, ou na moka italiana.

Atualmente, os consumidores da bebida estão cada vez mais curiosos sobre sua procedência. Promova treinamentos constantes para o barista, para que ele possa responder as dúvidas dos clientes.

Além disso, entenda, por exemplo, que tipo de cafeteria você deseja abrir:

  • parisiense;
  • cafés rápidos;
  • cafechonete; ou
  • café bistrô.

Isso influenciará o seu menu, diretamente.

5.  Planejamento financeiro para cafeterias

O planejamento financeiro deve começar antes mesmo da abertura das portas do seu empreendimento.

Para começar a sua cafeteria, você precisa fazer um levantamento de todos os equipamentos necessários, o valor que será gasto com cada utensílio, aluguel, móveis, etc.

Um bom planejamento serve de suporte para planejar o capital de giro e permitir as portas abertas, principalmente no começo, até que os clientes comecem a frequentar o seu espaço e o dinheiro comece a circular.

Caso você não tenha experiência na construção de planejamento financeiro, nem saiba por onde começar, procure a ajuda de profissionais da área, que poderão auxiliar você neste processo.

Quanto custa abrir uma cafeteria?

O valor varia conforme o tamanho, estilo da cafeteria, tipos de produtos oferecidos, instalações e produtos agregados.

É preciso ter em mente que o custo inicial é sempre maior do que os custos para manter a empresa. Afinal, como acabamos de mencionar, é preciso contar com um capital de giro que consiga manter as pontas, até que você comece, de fato, a lucrar.

Ao dar o pontapé no seu sonho, você precisa saber quais os maquinários irá comprar, qual o valor inicial do investimento.

Para auxiliar neste processo, trouxemos uma lista básica com algumas máquinas necessárias para o funcionamento do negócio. Comece agora mesmo a fazer orçamentos e lembre-se de anotar tudo.

Basicamente, você precisará comprar, por exemplo:

  • moedores de café;
  • cafés;
  • máquinas de café;
  • estufa fria;
  • estufa quente;
  • balcão refrigerado; e
  • micro-ondas.

Já falamos, mas não custa repetir: leve em conta o aluguel do estabelecimento, o preço na compra dos móveis, e contas básicas como luz e água.

Dica extra: tenha a opção de café para viagem

Trouxemos uma dica extra para aumentar o sucesso do seu negócio.

Com a correria do dia a dia, as pessoas acabam consumindo muitos produtos dentro do carro e o café não fica de fora.

Ao proporcionar um copo especial para viagem, você ganhará destaque perante a concorrência, afinal, com a correria do trabalho, nem sempre sobra tempo para sentar e tomar um café descansado, não é?

Por isso, opte por oferecer a opção de viagem, com um copo térmico, com tampa, reforçado e que não derrame, mantendo a bebida aquecida.

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário