Aumente em até 40% o ticket médio do seu restaurante!

Conheça o OiMenu

Como abrir um restaurante de comida caseira

Saiba como montar um restaurante caseiro, bem como o que deve ter no cardápio e na decoração. Prepare-se para conquistar clientes apaixonados pela sua comida.

Compartilhe

Abrir restaurante caseiro

Se você está planejando montar um restaurante caseiro, com aquela comidinha com gosto de casa da vó, nós temos ótimas dicas para o seu planejamento. Detalhes que você não pode esquecer, como o que incluir no cardápio, qual vai ser o seu modelo de restaurante, como vai ser o ambiente e quais serão seus diferenciais.

Essas são só algumas das questões que você deve colocar na balança antes de empreender em um mercado tão competitivo, como de fato é o ramo gastronômico.

Prepara o bloquinho de anotações e confira nossas ideias!

Como montar um pequeno restaurante caseiro

A primeira coisa que você deve se perguntar é: qual o melhor horário e local para montar um restaurante caseiro? Esse tipo de negócio pode atrair não só um público variado de pessoas, como também em grande número, porque é um estilo de comida que agrada vários paladares.

Mas, obviamente, se você escolher um ponto que não está em um local movimentado, ou abrir só para jantar, por exemplo, sendo que esse é um tipo de negócio que funciona muito bem em horários próximos ao meio-dia, atraindo trabalhadores em horário de almoço, sua empreitada pode não funcionar.

Então escolher o ponto certo é uma prioridade.

Depois, defina o modelo do seu negócio. Os modelos que agradam a maioria das pessoas são self service, comida por quilo e o famoso “PF”, o prato feito. Para quem está começando, optar por um desses três modelos é uma boa pedida.

Quem está trabalhando e precisa almoçar fora, costuma escolher opções mais econômicas, que podem ser facilmente disponibilizadas nesses modelos.

Cardápio para restaurante caseiro

Além disso, pensar no cardápio também é fundamental. Não vai ser um cardápio difícil, porque comida caseira é simples, mas isso não significa que possa envolver qualquer tipo de comida comum, que não precise ser pensado. Precisa ser uma comida bem feita e saborosa, com variedade de pratos.

Alguns alimentos não podem faltar, que servem de base para construir esse tipo de cardápio, são:

  • Arroz
  • Carnes variadas, de gado, de frango e de porco
  • Feijões variados e lentilha
  • Massas
  • Ovos
  • Peixes
  • Saladas
  • Outros complementos, como farofas e vegetais

Com esses ingredientes, você pode construir um cardápio semanal de dar água na boca. Olha só:

SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
Salada de batata, arroz, carne assada, saladas, lentilha e batata frita Ensopado de peixe, batatas assadas com especiarias, arroz à grega, feijão preto e refogado de legumes Purê de batatas, arroz, feijão preto, carne de panela, salada de ovos e folhas Chuleta de porco, feijoada completa, arroz, farofa e couve Aipim com farofa, galinha caipira, feijão vermelho, salada de tomate com cebola e couve refogada Polenta frita, macarrão à bolonhesa, picadinho de legumes, almôndegas e saladas

Você também pode inovar, entregando alguma modernidade junto com a simplicidade da comida caseira: já pensou em oferecer seus pratos em um cardápio digital? O bacana desse formato é não precisar rasurar ou reimprimir o cardápio toda vez que você alterar os pratos ou os preços.

Decoração para restaurante caseiro

Restaurantes caseiros são uma opção mais barata para quem precisa comer todo dia fora de casa e por isso também costumam ser mais simples. Mas em hipótese alguma isso deve significar que você não precisa pensar na decoração, no estilo do seu estabelecimento.

A decoração de um restaurante de comida caseira pode ser simples, mas não pode faltar. Um tema mais rústico combina muito com esse estilo de restaurante. É nos detalhes que você vai encantar e se diferenciar.

Por exemplo: os porta-guardanapos, os próprios guardanapos e toalhas de mesa - que não precisam ser de pano, mas de plástico, para facilitar a limpeza - podem ter cores diferentes, que remetam à casa de mãe. Quem sabe até, em vez de toalha, você possa usar um jogo americano bem estiloso?

Os copos, pratos e talheres podem ter alguma decoração sutil também, para serem diferentes de utensílios comuns, assim como tem aqueles utensílios que você só encontra na casa da vó, sabe?

As cadeiras podem ter um toque especial, com cores harmonizando com o ambiente, assim como você combina os móveis na sua casa.

E o melhor é que você não precisa gastar muito para oferecer isso. Pense nos seus pratos e nas pessoas que vai atender e crie esse ambiente aconchegante, no qual as pessoas sintam-se acolhidas desde a entrada até a saída. Onde possam fazer a refeição à vontade, como se estivessem em casa mesmo.

Lembrando que um atendimento que valorize o seu cliente, fazendo ele se sentir em casa, também é muito importante. Treinar a sua equipe para atender bem nunca será um gasto, mas um investimento.

Cliente bem atendido, que é ouvido e ganha descontos e brindes, sempre volta! Bom atendimento sempre é um diferencial que conta muitos pontos.

Equipamentos para restaurante caseiro

Investir em bons equipamentos para o seu restaurante também é muito importante, para garantir facilidade de preparo para os funcionários da sua cozinha, bem como assegurar que a comida será bem preparada.

Você pode cortar gastos que achar necessários para começar, mas os equipamentos devem ser os últimos a aparecerem nessa lista.

Aos poucos, você pode aprimorar a sua cozinha, e com o tempo vai notar que é importante estar sempre atualizando-a, porém, tenha em mente que não dá pra montar um restaurante caseiro sem os seguintes equipamentos:

  • Balanças
  • Balcões térmicos
  • Caixas registradoras
  • Computadores
  • Fogões industriais
  • Freezers e geladeiras
  • Impressoras
  • Mesas e cadeiras
  • Processador de alimentos
  • Utensílios de cozinha

Faça uma pesquisa de marcas antes da compra, veja reviews e fale com quem entende do assunto para escolher os equipamentos com melhor custo-benefício. Definindo a lista, negocie com fornecedores, já que vai precisar adquirir vários equipamentos em um mesmo momento.

Dica bônus: por que não começar como delivery?

Se você fez as contas e descobriu que precisa cortar itens essenciais, citados ao longo deste artigo, do seu planejamento financeiro, uma boa ideia é atuar inicialmente apenas no formato delivery.

Existem plataformas com foco em delivery, em que você pode expor seus produtos de maneira simples, sem taxas abusivas, fazendo divulgação com baixo orçamento, vendendo comida pela internet.

Também é uma maneira de tornar a sua marca conhecida e, quando seu financeiro estiver pronto, vai ser ainda mais fácil atrair clientes para o seu negócio físico.

Gostou dessas dicas? Então mãos à obra e bons negócios com o seu restaurante caseiro!

Transforme o seu cardápio em uma poderosa ferramenta de vendas

Ebook enviado com sucesso!

Agora você pode ler este ebook sempre que quiser. Agradecemos o interesse.

Deixe seu comentário

Conheça o OiMenu

Saber mais